O que é comunicação assertiva? Veja 5 passos para melhorar a eficácia do seu time de colaboradores

Conquistar credibilidade e construir uma comunicação eficiente em um time de colaboradores pode ser um dos maiores desafios de um líder.

Treinamento SOAP
23/01/2023
6 min. de leitura
Reading Time: 6 minutes

Conquistar credibilidade e construir uma comunicação eficiente em um time de colaboradores pode ser um dos maiores desafios de um líder. Não é à toa que a maioria das empresas valoriza a comunicação assertiva na hora de escolher seus gerentes. 

Quem é assertivo, evita mal-entendidos, fomenta o engajamento da equipe e consegue expor suas ideias e necessidades de forma eficaz. Consequentemente, essa pessoa colhe mais produtividade nos processos.  

Especialmente cargos de liderança exigem esta habilidade.  

Imagine um profissional que precisa dar feedbacks constantemente, realizar treinamentos, dar instruções e que se comunica mal? Esta seria a receita do fracasso. 

A boa notícia é que a assertividade é uma habilidade que pode ser trabalhada! 

O que é comunicação assertiva? 

Mas, afinal, o que exatamente significa ser assertivo e o que é preciso fazer para tornar a comunicação assertiva?  

É o que você descobrirá a seguir. 

Comunicação assertiva é a capacidade de expressar o necessário de forma eficaz. Em outras palavras, é se fazer ser bem e completamente compreendido, sendo objetivo, claro e coerente. 

Muitas pessoas confundem assertividade com agressividade ou insensibilidade. Mas a comunicação assertiva é empática, ou seja, não deixa de lado as necessidades e reações de quem recebe a mensagem. 

Ser assertivo também não significa ser arrogante ou “falar difícil”.  

Pelo contrário, é necessário ser humilde e reconhecer que pode estar errado. Além disso, ter em mente que seu principal objetivo é se fazer bem compreendido e, portanto, adaptar-se ao receptor. 

Podemos dizer que a comunicação assertiva é: 

  • Objetiva; 
  • Adequada ao contexto; 
  • Respeitosa; 
  • De fácil entendimento; 
  • Articulada; 
  • Planejada; 
  • Embasada. 

Construir uma comunicação assertiva é um desafio, mas pode revolucionar as relações interpessoais e a autoridade de um líder.  

Caso queira se aprofundar mais sobre o assunto, veja no vídeo abaixo dicas práticas do nosso instrutor Rodrigo Possert:  

Por que você deve se preocupar com isso? 

Uma pesquisa de 2018 da The Economist — Communication barriers in the modern workplace (Barreiras de comunicação no ambiente de trabalho moderno, na tradução livre) — mostrou como a má comunicação impacta negativamente os resultados de uma equipe e da empresa como um todo. 

Mais de 44% dos 403 entrevistados disseram que esse gargalo causou atrasos e falhas na conclusão de projetos e 18% afirmaram que levou à redução de vendas.  

Mais da metade das pessoas também relatou estresse e desânimo em equipes com comunicação mal desenvolvida. 

Portanto, mais do que se sentir compreendido, a comunicação assertiva é fundamental para melhorar os resultados de um time e os relacionamentos interpessoais. Ela traz benefícios para quem fala, para quem escuta e para todo o ecossistema empresarial.  

Um líder assertivo consegue: 

  • Dar treinamentos mais eficientes; 
  • Ter mais poder de convencimento, inclusive com seus superiores; 
  • Cultivar boas relações na equipe; 
  • Evitar mal-entendidos; 
  • Conquistar a confiança e autoridade de colaboradores; 
  • Otimizar processos; 
  • Evitar um dos principais gargalos das empresas: a falta de comunicação. 

Ser assertivo pode verdadeiramente mudar uma equipe e ajudar pessoas em cargos de liderança a construir uma trajetória de sucesso. 

Quer saber mais sobre as principais dificuldades da comunicação nas empresas? Conheça nosso infográfico gratuito: 

Fundo preto com abismo e duas pessoas de cada lado e o seguinte texto em rosa "Infográfico gratuito - Principais dificuldades de comunicação".

Como comunicar de forma assertiva? 

A comunicação assertiva não é um dom dado apenas aos preferidos de Deus, como muitos parecem pensar. Assim como outras skills, é uma habilidade que pode ser aprendida e aprimorada.  

Existem práticas simples que qualquer líder pode começar a implementar agora e ver resultados imediatos.  

Para começar, é importante saber que existem seis elementos fundamentais na comunicação assertiva: 

  • Emissor – a pessoa que emite a mensagem, quem fala; 
  • Receptor – o alvo da mensagem; 
  • Canal – o meio utilizado para emitir a mensagem; 
  • Código – conjunto de sinais utilizados (linguagem corporal, linguagem verbal, ferramentas); 
  • Contexto – o cenário em que a mensagem foi emitida; 
  • Mensagem – a grande estrela do processo: o conteúdo transmitido. 

Mas a teoria é apenas a fase inicial deste aprendizado. É necessário agir para ver os resultados de uma comunicação assertiva. 

5 dicas práticas para implementar hoje mesmo  

A seguir, veja dicas que qualquer líder pode implementar em seu dia a dia para construir uma comunicação assertiva.  

  1. Seja objetivo 

A habilidade de ir direto ao ponto é uma das principais aliadas da comunicação assertiva.  

Quem é direto economiza o próprio tempo e o tempo do receptor, além de reter melhor a atenção de quem ouve.  

Isso não significa falar rápido demais, nem cortar coisas que precisam ser ditas. Objetividade é garantir que tudo que é importante foi transmitido no tempo adequado, sem a famosa “encheção de linguiça”. 

  1. Tenha boa postura 

Linguagem corporal também faz parte do processo comunicativo. Ter boa postura, apresentar-se com roupas adequadas ao contexto e expressar-se bem mudam a forma como o receptor recebe a mensagem.  

Ao falar, seja em treinamentos ou apresentações, ou até mesmo ao se reportar a um colaborador, fale olho no olho. Não incline os ombros como se estivesse intimidado, mas também não empine o nariz como se fosse superior. 

  1. Tenha empatia 

A comunicação assertiva é, acima de tudo, empática. Isso quer dizer que o emissor deve buscar se colocar no lugar de quem escuta e, assim, pensar qual seria a forma mais eficiente de se fazer compreendido. 

Ao planejar um treinamento, pense primeiro nas pessoas que estarão ali: qual linguagem é mais adequada para elas? Que tipo de elementos podem chamar a atenção do grupo?  

Uma apresentação para um time jovem e dinâmico, por exemplo, pode ser mais descontraída. Por outro lado, se estiver falando com profissionais mais tradicionais, excesso de descontração pode soar como falta de profissionalismo. 

  1. Observe as reações 

Ainda conectado à dica acima, empatia também passa por prestar atenção. Ao fazer uma apresentação ou qualquer tipo de comunicação, observe a reação de quem escuta para calibrar o discurso.  

Prestar atenção no outro enquanto fala pode ajudar a identificar rapidamente se você foi mal compreendido ou bem compreendido.  

  1. Tenha embasamento 

Uma pessoa assertiva, além de se comunicar muito bem, é coerente e possui embasamento. Jamais defenda uma postura, ideia ou dê orientações sem antes ter na ponta da língua o porquê disso.  

Ter embasamento dá mais credibilidade ao emissor, diminui as chances de contestações (embora elas também sejam bem-vindas, na medida) e faz os receptores se sentirem mais confiantes para seguir o que foi dito. 

5 coisas para NÃO FAZER se quiser ser assertivo 

Algumas condutas podem levar por água abaixo a qualidade das relações interpessoais, no trabalho e na vida. Claro que deslizes acontecem, mas o líder que quer desenvolver uma comunicação assertiva precisa evitar estas 5 coisas: 

Arrogância 

A arrogância é a inimiga número 1 do discurso embasado e diretamente oposta à comunicação assertiva. Uma pessoa arrogante não aceita novas ideias, subestima o potencial dos outros e é presunçosa. 

Isso contribui para intimidar colaboradores e consequentemente reduz o engajamento. 

A arrogância também compromete a credibilidade do gestor, pois acaba transmitindo uma imagem inflexível e vaidosa. 

Insensibilidade 

Como aprendemos acima, a comunicação assertiva precisa ser empática. Desta forma, o emissor consegue calibrar seu discurso conforme o receptor e o contexto. 

A falta de sensibilidade o impede de reparar o ambiente ao redor, em como as pessoas estão se sentindo e as necessidades do grupo. E isso, certamente, compromete a eficiência do discurso. 

Funcionários comemorando uma ação realizada em um escritório
Para a comunicação ser assertiva é recomendado adotar as condutas adequadas

Impulsividade 

A assertividade também exige uma dose de cautela. Falar antes de pensar permite ao bom líder construir uma fala mais adequada ao contexto e à pessoa que escuta.  

Por outro lado, a impulsividade pode também soar como agressividade ou causar mal-entendidos.  

É comum profissionais gastarem horas ou dias elaborando um treinamento ou apresentação.  

Esse planejamento também deve ser aplicado antes de uma reunião do dia a dia ou antes de dar feedback a um colaborador. Tire dez minutinhos para pensar em como vai realizar a conversa. 

Mal uso do tom de voz 

Falar alto demais pode soar como arrogância ou até desespero. Porém, falar baixo demais pode passar insegurança e comprometer a credibilidade do gestor.  

Falar áspero demais, dócil demais etc, tudo faz parte da mensagem. Evite usar tons inadequados em cada situação.  

Reuniões cujo tema seja de extrema seriedade, por exemplo, devem ser conduzidas com serenidade. Um treinamento para o time de estagiários, por outro lado, pode ser mais descontraído. 

Agressividade 

É muito comum que as pessoas confundam a assertividade com agressividade. Mas existe muita diferença entre se expressar com segurança, sem hesitar, e se expressar com raiva.  

O cotidiano estressante do meio corporativo faz muitos gestores caírem na armadilha da agressividade e ela é capaz de destruir uma vida inteira de boa relação interpessoal.  

Então tenha cuidado e respire fundo antes de falar. Em treinamentos e apresentações, tome cuidado para não soar estressado apesar da adrenalina.  

Workshop SOAP Comunicação Assertiva 

Existem caminhos que podem ajudar qualquer profissional a dominar a arte da assertividade. Um deles é o workshop SOAP Comunicação Assertiva, que ensina como aprofundar as habilidades de inteligência social das equipes.  

No dia 21 de junho, em São Paulo Capital, a SOAP realizará um workshop presencial sobre Comunicação Assertiva para pessoas físicas e grupos de pequenas e médias empresas.

Nesse workshop você vai aprender a:​

  • Identificar os perfis de comunicação, suas nuances e como se conectar com cada um de forma eficaz;
  • Técnicas de de persuasão aplicadas​;
  • Utilizar a escuta ativa para conquistar a confiança ​e o respeito de todos​;
  • Conduzir reuniões eficientes, engajadoras e que gerem resultados concretos​;
  • Adequar sua linguagem de forma inclusiva e respeitosa​.


Posts Relacionados

O que é comunicação assíncrona? Conheça 4 exemplos 

Comunicação
13/06/2024
leia agora

O que é mentoria profissional? Saiba como funciona e por que fazer

Treinamento
31/05/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França