Design Thinking: a chave para performances memoráveis

Saiba que existe uma técnica de abordagem que busca a constante inovação no ambiente empresarial.

Treinamento SOAP
01/06/2022
5 min. de leitura

Saiba que existe uma técnica de abordagem que busca a constante inovação no ambiente empresarial. Estamos falando de Design Thinking.

Neste artigo vamos explicar o que você deve fazer para usar o Design Thinking como o seu aliado e se transformar em um profissional de alta performance. Aqui você conhecerá as etapas usadas nessa inovadora metodologia de crescimento corporativo.

Vamos lá!

O que é Design Thinking

O Design Thinking é uma técnica que usa a abordagem da empatia para solucionar problemas complexos, lançar ou aperfeiçoar produtos, serviços e processos.

Quem pretende adotar o Design Thinking deve se tornar um observador de comportamentos e preferências dos consumidores, dos usuários e das equipes dos empreendimentos. É dessa maneira que agem os designers.

Apesar dessa técnica usar o termo design, você não precisa ser um profissional em design ou especialista no assunto. Basta ser uma pessoa que busca desafios e pretenda apresentar projetos inovadores. Sabemos que, essas características são as bases para quem pretende obter sucesso em qualquer profissão.

A empatia é muito usada nas apresentações profissionais corporativas. Nesses eventos os apresentadores observam o comportamento das plateias para aplicar metodologias específicas de apresentação. Atualmente, é possível seguir algumas etapas para implantar uma estratégia de Design Thinking eficiente.

Quais são as etapas do Design Thinking?

A experiência de profissionais que alcançaram resultados satisfatórios utilizando as abordagens de Design Thinking possibilitou a criação de alguns passos importantes para aplicação dessa ferramenta.

Conheça as principais etapas de Design Thinking:

  • imersão;
  • análise e planejamento;
  • ideação;
  • prototipação;
  • validação e implementação.

Entenda agora cada uma das etapas do Design Thinking com mais detalhes.

Imersão

A etapa da imersão é também conhecida como empatização. Nessa fase o profissional elabora pesquisas e entrevistas na qual deve aproveitar todos os feedbacks fornecidos pelos usuários ou pelo tipo da empresa.

No momento da imersão você deve colocar de lado as suas opiniões e anotar todos os depoimentos, pois eles serão considerados como as dores das pessoas consultadas. Por mais óbvias que sejam as respostas, considere todas elas.

Análise e planejamento

Na etapa de análise e planejamento, é o momento de organizar tudo que foi coletado nas entrevistas. Em seguida, analise os entrevistados e os separem por grupos, como, por exemplo, idade, gênero, profissão etc.

Além disso, procure sintetizar o resultado da análise de maneira organizada para que ele possa ser usado como um planejamento estratégico. Pois, as respostas obtidas nos feedbacks serão transformadas em ideias no seu processo de Design Thinking.

Ideação

A ideação é a etapa que aproveita a listagem produzida na análise e organização para transformar os seus itens em ideias. Esse é o momento de aproveitar os seus insights e das outras pessoas da empresa. Jamais faça isso sozinho, aproveite essa etapa para ser um momento de trabalho prazeroso e o mais criativo possível.

Prototipação

A prototipação é a etapa da abordagem de Design Thinking que transforma as ideias da ideação em protótipos. Ou seja, é a hora de tirar os pensamentos do papel e colocar os planos para funcionar.

Essa fase é muito usada pelos designers, pois aqui você pode e deve cometer vários tipos de erros sem correr o risco de comprometer o orçamento e a credibilidade da empresa.

Esse é o momento que os desenvolvedores denominam como fase beta. O ideal é que todos que forem envolvidos nesse processo estejam cientes que esta é uma amostra do trabalho que se encontra em teste e está amplamente aberta a sugestões.

Validação e implementação

Após a sequência de testes elaborados na etapa de prototipação é chegada a hora de validar e implementar os resultados obtidos na estratégia de Design Thinking. Para isso, o aconselhável é que seja preparado um evento com uma apresentação profissional de alto impacto.

Nessa oportunidade, você deve fazer uma apresentação para a diretoria e para o público-alvo, demonstrando que o seu produto foi bem elaborado e será um diferencial no mercado. Não se esqueça de que a propaganda é a alma do negócio e novidades despertam a atenção de todos.

Quando usar o Design Thinking?

Quem adota essa estratégia logo perceberá os seus benefícios e entenderá que ela deve fazer parte da cultura organizacional das corporações. Dessa maneira, a resposta para essa pergunta é — sempre use o Design Thinking em sua empresa.

Quais são os benefícios do Design Thinking?

A abordagem utilizada na técnica do Design Thinking oferece vantagens tanto para as corporações quanto para os colaboradores. Conheça os principais benefícios desse conceito de desenvolvimento empresarial:

  • aumento das vendas e reconhecimento da marca;
  • resolução de problemas complexos;
  • fidelização de clientes;
  • geração de novos negócios;
  • reconhecimento profissional;
  • aumento do engajamento dos colaboradores;
  • atração de novos talentos.

Aumento das vendas e reconhecimento da marca

Os empreendimentos que buscam inovação e se preocupam em lançar novos produtos aumentam as suas vendas, pois despertam sempre a atenção dos seus consumidores. Além disso, empresas inovadoras tornam as suas marcas reconhecidas e respeitadas como referência no mercado.

Resolução de problemas complexos

Os problemas considerados complexos nas empresas, normalmente são aqueles que dependem de muitas variáveis para serem resolvidos. Quando isso acontece, para a solução desses desafios é necessária a participação de várias cabeças pensantes.

Essa é uma das premissas da estratégia de Design Thinking, pois ela é uma abordagem que aproveita as experiências dos colaboradores da empresa e dos seus consumidores de produtos e usuários de serviços. Fazendo isso, a complexidade é reduzida e proporciona a resolução desses tipos de problemas.

Fidelização de clientes

Quando os clientes percebem que as suas sugestões são consideradas nos produtos e serviços das empresas tornam- se fiéis por sentirem que são ouvidos e respeitados. Não esqueça que, consumidores satisfeitos tornam-se propagadores da marca.

Geração de novos negócios

A participação dos clientes, usuários e dos colaboradores, podem abrir oportunidades não só para a melhoria de produtos existentes, mas, também, para a geração de novos negócios.

Reconhecimento profissional

Colaboradores que trabalham em empresas que adotam as abordagens do Design Thinking, quando participam efetivamente das campanhas, conseguem obter reconhecimento profissional. Sendo assim, não perca as oportunidades de oferecer a sua participação sempre que for abordado.

Aumento do engajamento dos colaboradores

Assim como os clientes ficam satisfeitos e se tornam fiéis quando as suas solicitações são atendidas. Os colaboradores também se tornam mais engajados ao perceberem que as suas sugestões foram valorizadas pela liderança das corporações.

Atração de novos talentos

Os empreendimentos reconhecidos como inovadores e tem as suas marcas reconhecidas pelos consumidores, atraem os novos e os melhores talentos do mercado. Isso faz com que os seus times sejam cada vez mais eficientes.

Quem deve implantar o Design Thinking na empresa?

O profissional designado pela liderança para implantar o Design Thinking, não precisa ter uma profissão pré-determinada. No entanto, ele precisa ter ou desenvolver algumas características para se tornar um facilitador e obter sucesso na liderança dessa estratégia. Saiba quais são:

O design Thinking atende a qualquer modalidade de empresa?

Sim. O Design Thinking quando implantado de maneira correta atende com eficiência qualquer modalidade de empresa que pretenda evoluir e sobreviver no mercado por muitos anos colhendo lucros. Ou seja, todas elas.

Então, essas são as principais dicas para quem pretende usar o Design Thinking a seu favor. Siga as etapas corretamente e desenvolva os seus talentos para lidar com as pessoas. Ah! Não se esqueça de fazer uma apresentação memorável, pois elas são ações transformadoras no seu trabalho.

Gostou do conteúdo? Convidamos você para ler o nosso artigo sobre roteiro para apresentações.



Posts Relacionados

Como fazer uma apresentação de slides de sucesso

Apresentações
22/06/2022
leia agora

Curadoria de conteúdo: o que é e como ela potencializa discursos?

Apresentações
13/06/2022
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França