Comunicação Corporativa

Tipos de liderança: conheça os principais e descubra como aplicá-los!

Seus colaboradores não buscam por um chefe, eles querem líderes, inspirações! Por mais batida que essa frase esteja, ela ainda representa uma grande verdade.

Treinamento SOAP
25/10/2021

Seus colaboradores não buscam por um chefe, eles querem líderes, inspirações! Por mais batida que essa frase esteja, ela ainda representa uma grande verdade.

 À medida que as equipes vêm se desenvolvendo e a busca por bem-estar dentro do ambiente de trabalho se torna crescente, fica cada vez mais visível que os funcionários de uma empresa estão em busca de identificação nos lugares em que eles trabalham.

Assim como existem diversos tipos de perfis profissionais, também existem diversos tipos de liderança — sem receita de bolo, a grande verdade é que é preciso conhecer cada um deles para entender qual vai se encaixar ao contexto da sua empresa e da sua equipe.

Por isso, neste artigo apresentaremos os principais tipos de liderança e como cada um deles pode influenciar diretamente no funcionamento das equipes de trabalho. Boa leitura!

Liderança Autocrática

Do grego autokratéia.as, autocracia significa poder absoluto. Esse perfil de liderança geralmente é encontrado em empresas mais tradicionais. O líder autocrático costuma acompanhar bem de perto todos os processos com os objetivos de:

  • otimizar tempo e performance da equipe;
  • evitar erros;
  • garantir que os processos (que geralmente são fixos) sejam seguidos;
  • conseguir que as decisões sejam tomadas rapidamente (pelo líder — assim como o líder coercitivo);

Se, por um lado, a liderança autocrática pode ser positiva, do outro lado não é bem assim. Esse tipo de gestão geralmente é adotada por pessoas inflexíveis, que não aceitam opiniões divergentes e sempre tem a palavra final. Isso pode trazer alguns malefícios ao time, como:

  • liderados sem poder de decisão, fazendo apenas o trabalho operacional, o que pode gerar o sentimento de desvalorização;
  • criação de conflitos, já que está sempre com foco no lado racional e se esquece do emocional dos colaboradores;
  • alta dependência do líder: os colaboradores esperam que as demandas sejam delegadas (já que ficam centralizadas na liderança) e não tem a proatividade estimulada.

Liderança Democrática

Democracia vem do grego demokratía que é composta por demos (que significa "povo") e kratos (que significa "poder" ou "forma de governo"). Esse tipo de liderança tem como principal característica a inclusão dos colaboradores na tomada de decisões da empresa. Entre suas principais características estão:

  • se relaciona de forma acessível com a equipe;
  • dá feedbacks constantes para a equipe e também pede para recebê-los;
  • encoraja que os liderados tomem decisões;
  • demonstra real preocupação com o time.

Por outro lado, é preciso tomar cuidado ao implementar uma liderança democrática em sua empresa, pois esse modelo de gestão também pode trazer alguns pontos negativos:

  • tomada de decisão mais demorada: ao descentralizar a tomada de decisões da mão do líder, mais pessoas começam a ser envolvidas, o que pode acarretar em um aumento de tempo no processo;
  • conflitos de visão: é natural que pessoas diferentes tenham visões diferentes, por isso, o líder precisará ter bastante jogo de cintura para assegurar que todos sejam ouvidos, mas que a melhor decisão seja tomada.

É importante ressaltar que, por mais que a liderança democrática dê voz para os colaboradores expressarem suas opiniões e ajudar na tomada de decisões, a decisão final ainda fica a cargo do líder do time.

Liderança Liberal

Esse conceito é também conhecido como laissez faire (termo em francês, que significa “deixai fazer”).

A liderança liberal tem como principal foco a descentralização do poder de decisão. Por meio desse modelo de gestão, os liderados são estimulados a participar ativamente com ideias, sugestões e até mesmo a tomar decisões sem a necessidade de incluir o líder. Algumas características desse formato de liderança são:

  • cultura colaborativa: com uma liderança mais horizontal, os colaboradores sentem o líder como um facilitador de processos, tendo confiança para executar suas tarefas;
  • flexibilidade: geralmente, nesse formato de trabalho existe maior flexibilização em relação aos horários, priorização de demandas e tomadas de decisão;
  • poder de decisão: geralmente, as decisões são tomadas bem rápidas pois, em alguns casos, não há a necessidade de envolver o líder.

Assim como os outros formatos, há prós e contras na liderança liberal. Confira a seguir quais são as contraindicações a esse formato de gestão:

  • nível de senioridade de colaboradores: ao deixar os colaboradores no comando para tomar decisões, você precisa ter certeza que eles estão preparados para essa missão;
  • definição de prazos: por mais que a flexibilização de horários e prazos deixe o ambiente de trabalho mais confortável, é preciso estimular o comprometimento dos seus liderados para que tudo corra conforme o planejado.

Liderança Situacional

Como o próprio nome diz, esse tipo de liderança tem como foco conseguir se adaptar de acordo com a situação: seja contexto da equipe, perfil dos profissionais, senioridade, maturidade e capacidade técnica, por exemplo. 

Assim, como existem diversos tipos de contextos no ambiente de trabalho, também existem variados tipos de liderança situacional:

  • direção: ensinar à equipe tudo o que deve ou não fazer e ensinar como fazer. Tudo deve ser supervisionado até que o líder considere que seus liderados estejam prontos;
  • orientação: dá um pouco mais de autonomia para que seus liderados deem sugestões, mas ainda continua com a supervisão constante, além disso, a palavra final ainda é dele;
  • apoio: aqui, a ideia é que ele seja um facilitador no trabalho dos colaboradores, dando incentivos e apoiando as ideias da equipe e estimulando a colaboratividade;
  • autonomia: a equipe tem autonomia para tomar grande parte das decisões: assim como serão recompensados pelos seus méritos, também deverão assumir a responsabilidade pelas consequência de suas ações. O líder tem papel de delegar demandas, mas os liderados decidem como executá-las.

Para que esse modelo de liderança funcione é preciso conhecer a fundo o seu time, entendendo em qual estágio ele está e como sua gestão poderá ser uma fonte de auxílio.

Liderança Coach

"Coach" é um termo do inglês que significa treinador, muito inspirado nas lideranças esportivas que são referências nos EUA.

Uma liderança coach é focada em liderar pelo exemplo, pois está ciente de que a forma como age impacta diretamente a forma que a sua equipe vai agir. Entre as principais características desse estilo de liderança, podemos citar:

  • incentiva a equipe: esse tipo de líder confia no seu time e a estimula a fazer sempre mais e melhor;
  • dedicação na solução dos problemas: não há lugar para apontar culpados, o líder coach está em busca de soluções;
  • autoconhecimento: esse tipo de líder reconhece suas falhas e está sempre em busca de aperfeiçoamento pessoal;
  • engajamento: a equipe se sente abraçada e passa a se engajar mais em seus projetos e entregas.

Pensando nos pontos de atenção desse estilo de gestão, podemos colocar a importância de saber se comunicar com os diversos perfis de colaboradores. Embora exista uma aceitação muito grande a esse formato, um incentivo muito "agressivo" pode soar assustador para liderados mais introvertidos.

É importante entender que não há um único estilo de liderança aplicável a todos os contextos, equipes e momentos. Mesmo sem nunca ter estudado sobre o assunto, o profissional acorda todas as manhãs, chega ao trabalho e comporta-se de uma maneira diante da equipe. A mágica acontece quando o profissional domina os diferentes estilos e sabe aplicá-los em diferentes situações.

Por isso, tão importante quanto aderir os estilos de liderança que mais combina com a forma em que sua empresa funciona e a diferentes contextos, também é preciso pensar na comunicação interpessoal.

Converse com seus liderados, em grupo e reuniões individuais, deixe suas portas abertas para feedbacks e, acima de tudo, crie um ambiente acolhedor para que a comunicação flua da melhor forma possível na sua equipe.

Quer dicas de como se comunicar melhor com sua equipe? Acompanhe a SOAP nas redes sociais! Estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram.

Posts Relacionados

Confira 9 maneiras de lidar com a pressão no trabalho

Comunicação Corporativa
24/11/2021
leia agora

Descubra como desenvolver habilidades de comunicação para equipes!

Comunicação
22/11/2021
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França