Mulheres inspiradoras: 12 mulheres que inspiram o público com suas apresentações!

Nos discursos e na postura, estas personalidades movimentam ideias por onde passam

Treinamento SOAP
05/09/2023
7 min. de leitura
Reading Time: 7 minutes

Encontrar um lugar de destaque no mercado é um desejo da maioria dos profissionais, mas para mulheres esse caminho pode ser mais tortuoso. Mulheres precisam se esforçar mais para serem consideradas inspiradoras, persuasivas e, assim, conquistarem seu espaço. 

O poder de persuasão aliado ao carisma pode ser um grande propulsor de carreiras. Por isso, as mulheres que conseguem dominá-los, podem alcançar lugares incríveis.  

A boa notícia é que todas nós podemos desenvolver essas habilidades. Sim, porque tudo que envolve comunicação é uma habilidade que pode (e, em vários contextos, deve) ser aprendida; não se trata de um talento mágico com o qual apenas algumas de nós são agraciadas.  

Vamos tomar as apresentações como exemplo. Consegue sucesso quem cativa a atenção do público naturalmente, certo? E é isso que muitas mulheres inspiradoras têm feito. Michele Obama, Malala Yousafazai e Greta Thunberg são apenas alguns exemplos. 

Elas acreditam não somente em suas propostas, mas que suas palavras podem atravessar fronteiras e motivar ações. A importância de suas histórias se prova com o cenário mundial: mesmo que o mercado ainda não seja igualitário como deveria, ao menos há um crescente interesse das empresas em reconhecer o trabalho e contratar mais colaboradoras. 

Se você deseja fazer boas apresentações, encontrou o lugar certo. Seja homem ou mulher, motive-se com os discursos de mulheres inspiradoras, que conquistam os palcos com seu carisma! 

12 mulheres inspiradoras se seus discursos 

1. Michelle Obama 

A esposa de Barack Obama, ex-presidente dos EUA e uma das personalidades mais influentes deste século. Mas Michelle Obama transformou sua imagem e postura profissional para muito além disso.  

Mesmo anos depois de deixar seu cargo de primeira-dama, ainda é lembrada por seus discursos — tanto que recebeu mais de uma vez o título de mulher mais admirada dos EUA. 

Entre suas principais defesas, estão a de igualdade de gênero e de acesso ao estudo pela população feminina, principalmente as jovens.  

Michelle aproveitou os holofotes para inspirar novas gerações com sua história de vida e discursos. Seu livro Minha História vendeu mais de 10 milhões de cópias em menos de cinco meses. 

A seguir, veja trecho de entrevista em que Michelle Obama fala sobre a importância de contar sua história:

2. Natalie Portman 

A atriz também tem seu espaço entre as mulheres inspiradoras. Ela luta contra o assédio sofrido pelo público feminino, assim como outras questões que envolvem a desigualdade de gênero no mercado de trabalho.  

E não se dirige somente a elas: também convoca os homens para que ajudem a mudar a realidade e dar mais voz às mulheres. 

Em sua apresentação no evento Power of Women em 2018, Natalie questionou os homens sobre seu papel na sociedade. Seu convite é para que eles repensem determinadas abordagens que usam contra as mulheres. Assista: 

3. Malala Yousafzai 

A pessoa mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz é uma mulher inspiradora. Malala Yousafzai lutou desde muito jovem pelo seu direito de estudar e, por isso, foi vítima de um atentado do grupo Talibã, quando foi baleada na cabeça.  

Nem esse episódio, nem a cirurgia pela qual teve que passar a impediram de continuar. Em 2014 ela recebeu o Prêmio Nobel, tornando-se um símbolo da luta pelo direito das mulheres ao estudo. 

Anos mais tarde, Malala se formou pela Universidade de Oxford, em filosofia, política e economia, e segue colocando em pauta o acesso à educação, direito negado a muitas meninas no mundo.  

O seu discurso em Peshawar foi um dos mais marcantes. Depois disso, já fez sua apresentação para as Nações Unidas no que hoje é chamado Dia da Malala. Assista:

4. Emma Watson 

Em 2021, a campanha HeForShe levou ao centro do debate questões de desigualdade e Emma Watson está por trás dela.  

Desde que deu vida a uma das personagens mais queridas do cinema (a bruxa Hermione na franquia Harry Potter), Emma Watson já era uma mulher inspiradora. 

Isso não mudou com o tempo, tanto é que a atriz discursou até na ONU (Organização das Nações Unidas), convidando homens a se juntarem à luta feminina. 

Emma falou sobre nos definirmos como quem somos, e que os homens podem se engajar para ajudar suas filhas, esposas, irmãs na busca pela igualdade, e também têm um importante papel na educação dos filhos, para que se permitam ser humanos e vulneráveis.  

Assista a seguir:

5. Djamila Ribeiro 

Essa filósofa brasileira não poderia ficar de fora desta lista. Djamila Ribeiro é um dos principais nomes no empoderamento de mulheres negras no Brasil. 

Ela utiliza as redes sociais, tão comuns no cotidiano das novas gerações, para se posicionar e inspirar com suas ideias. Não importa o palco, a luta pela diversidade está sempre em seus discursos. 

Djamila foi secretária-adjunta de Direitos Humanos e Cidadania em São Paulo e participou do Personalidades do Amanhã, um programa francês que reconhece pessoas de impacto na sociedade.  

Com um trabalho compartilhado em diversos países, escreveu best-sellers como “Quem tem Medo do Feminismo Negro?” e “O que é Lugar de Fala?” 

Assista o discurso de Djamila Ribeiro na Assembleia Geral da ONU no Dia em Memória da Abolição da Escravidão:

6. Luiza Trajano 

Ela é mais uma das mulheres inspiradoras brasileiras — e os motivos vão muito além do ótimo desempenho que sua rede de lojas, Magazine Luiza, conquistou no mercado.  

Ela se dedicou a incentivar o empreendedorismo no país e tem como lema: “Primeiro faça o necessário, depois faça o possível e, de repente, você vai perceber que pode fazer o impossível”. 

Em 2012, foi criado o grupo Mulheres do Brasil, que conta com mais de 50 personagens femininas de grande destaque no país.  Luiza está à frente nessa luta por igualdade no mercado do país, levando seus ensinamentos sobre marketing e vendas para que outros negócios tenham sucesso. 

Ela acredita que devemos aprender com os erros e que o contato com as pessoas nos mostra as suas necessidades. Tanto é que mesmo com cargo de diretoria ela respondia e-mails e não fugia dos seus vendedores e clientes. 

Veja o discurso de Luiz Trajano no TEDx SãoPaulo sobre o poder transformador das mulheres do Brasil:

7. Andrea Schwarz 

Como vimos, o mercado está mudando aos poucos. As mulheres estão assumindo cargos de liderança e, com isso, inspirando novas transformações em busca da igualdade.  

Andrea Schwarz é CEO da iigual Inclusão e Diversidade, que tem como objetivo levar mais inclusão para as organizações brasileiras. Sua empresa ajuda pessoas com deficiência e LGBTQIA+, sejam elas de qualquer idade, etnia, gênero ou condição social. 

Já foram mais de 18 mil trabalhadores encaminhados às empresas. Em um artigo para o Estadão, contou sua história enquanto pessoa com deficiência e a forma como se reinventou até suas ações de empreendedorismo social.  

Andrea continua compartilhando suas ideias e ganhou o título de Top Voice do LinkedIn, mostrando sua relevância para a comunidade. 

A seguir, assista a um vídeo do TEDx, em que Andrea conta sobre como descobriu o propósito de vida na cadeira de rodas:

8. Gleidys Salvanha 

A área de tecnologia já teve muitos homens em quem se inspirar. Ao mesmo tempo, pouco espaço era destinado a mulheres, ainda que em cargos operacionais.  

Essa realidade felizmente está mudando — e Gleidys Salvanha é a prova viva disso. Ela é diretora de negócios na sede brasileira de uma das empresas mais valiosas do mundo: o Google. 

Representar o Google por si só é uma grande motivação para que jovens mulheres se desenvolvam rumo a cargos de liderança. Ela já levou suas ideias inovadoras a diversos públicos, entre eles o Fórum ACIM Mulher e a palestra da UNIFEV.

9. Greta Thunberg 

A sueca Greta Thunberg é uma daquelas pessoas em quem acreditamos, que já nascem com o dom de lutar por causas importantes.  

Nasceu em 2003 e com apenas 15 anos foi para a frente do parlamento sueco para protestar contra as mudanças climáticas globais. Chamou a atenção e conquistou adeptos ao faltar às aulas nas sextas-feiras. 

Essa ação gerou uma campanha conhecida como #FridaysforFuture. Greta alegava que se os políticos não ouviam os cientistas, ela não tinha o que aprender em sala de aula.  

Essa jovem representante das mulheres inspiradoras é extremamente focada e mantém fala e postura enérgica diante dos mais poderosos líderes mundiais. 

No vídeo abaixo, Greta fala sobre mudanças climáticas no TEDx Talks:

10. Simone Biles 

A ginástica artística presenteou o mundo com mais uma das importantes mulheres inspiradoras.  A norte-americana Simone Biles é uma das mais famosas do mundo, mas seu discurso impactou especialmente nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, quando transmitiu uma mensagem clara: existe algo mais importante do que ter sete medalhas olímpicas.  

Biles abriu mão de participar de finais de barras assimétricas, de solo e geral de salto, para cuidar de sua saúde mental. 

Uma de suas falas virais na época, repercute até hoje: “No final das contas, ninguém sabe realmente o que passamos. (…) Não somos apenas entretenimento, somos humanos também e temos sentimentos”. 

Essas afirmações nos fazem repensar nossa maneira de viver e entender que até para vencer, existem limites para sacrifícios. 

No vídeo abaixo, Simone Biles fala sobre decisão de colocar a saúde mental em primeiro lugar:

11. Marta 

Marta Vieira da Silva, ou apenas Marta, competiu sua última Copa do Mundo em 2023. Uma das maiores vozes na luta pela igualdade de gênero no esporte, a Rainha do Futebol é uma das mulheres mais inspiradoras e influentes do Brasil atualmente. 

Ela foi a primeira jogadora de futebol a completar 117 gols, superando Pelé, além disso foi eleita pela Fifa a melhor jogadora do mundo por seis vezes (cinco consecutivas) e é a maior artilheira de uma seleção brasileira (masculina e feminina). 

Mas, para atingir o status que tem hoje, teve que superar muitas barreiras ao decidir fazer carreira em um esporte dominado por homens. 

Pelo reconhecimento de superação e atuar na defesa de igualdade de gênero no esporte, foi nomeada como Embaixadora da Boa Vontade para mulheres e meninas pela ONU em 2018.  

Fora dos campos de futebol, atua para inspirar e servir como exemplo para mulheres não só no esporte, mas também nas diversas áreas da vida. 

Assista a seguir vídeo em que Marta fala sobre sua última Copa do Mundo e sua carreira:

12. Célia Xakriabá 

Célia Xakriabá pertence a uma aldeia na cidade de São João das Missões, no Estado de Minas Gerais, território dos Xakriabás. Coleciona diplomas, é antropóloga, professora e faz doutorado em Antropologia Social. 

Xakriabá apresenta um podcast que se chama Papo de Parente e trabalha mostrando a cultura de seu povo para que sejam reconhecidos e respeitados. Uma de suas missões é expor para o mundo a responsabilidade das tribos na conservação das florestas. 

Ouça ao primeiro episódio do podcast a seguir:

Desenvolva a comunicação e liderança 

Listamos apenas algumas das mulheres inspiradoras, mas elas estão por todos os lados. E todas elas apresentam um ponto em comum: são líderes em suas áreas de atuação. 

Para que mais mulheres ocupem cargos de liderança, é fundamental investir em conhecimento e treinamentos. Cada vez mais, as empresas estão percebendo essa lacuna e contratando consultorias e capacitações.  

Com o treinamento SOAP Liderança, por exemplo, é possível aprender o papel da liderança e técnicas de inteligência interpessoal, intrapessoal e linguística para superar os desafios na gestão de pessoas.  

Quem já fez comprova: “O conteúdo ajudou a repensar coisas que por vezes não nos atentamos. O conteúdo é rico e foram muito assertivos com a condução de toda a narrativa”, disse uma colaboradora da SmarAPD, que contratou o treinamento.  

Que tal também ter um treinamento desse na sua empresa? Fale agora mesmo com um de nossos especialistas.   



Posts Relacionados

Como interagir com o público em uma apresentação? Veja 7 formas

Apresentações
28/02/2024
leia agora

Comunicação interpessoal e intrapessoal: quais são as diferenças?

Comunicação
28/02/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França