Linguagens: conheça os tipos e saiba como elas impactam nas suas apresentações

Uso correto da linguagem é uma das chaves do sucesso de um discurso

Treinamento SOAP
31/08/2023
5 min. de leitura
Reading Time: 5 minutes

Linguagem pode ser um conceito bastante amplo, já que ele se refere à forma, ao conteúdo e até ao contexto que norteia um discurso. Mas dominar as várias possibilidades de linguagens é um pilar fundamental para ter sucesso na nossa comunicação interpessoal e/ou profissional. 

Seja ao conduzir uma reunião corporativa, apresentar um trabalho escolar ou mesmo durante uma conversa casual, escolher a linguagem adequada é um fator determinante para transmitir nossas mensagens de forma clara e eficiente.  

Isso passa pela compreensão das sutilezas da linguagem corporal e a habilidade de adaptar a comunicação verbal ao público, entre várias outras nuances. 

Desde os primórdios da civilização, o desenvolvimento da linguagem tem sido essencial para a transmissão de ideias, sentimentos e informações entre indivíduos. Através dela, exploramos e expressamos a nossa compreensão do mundo ao redor.  

Neste artigo, mergulharemos nas diferentes facetas da linguagem, analisando como ela se adapta a contextos variados e desempenha um papel crucial nas apresentações, sejam elas formais ou informais.  

O que é a linguagem? 

A linguagem é o sistema complexo e dinâmico que os seres humanos usam para comunicar ideias, pensamentos, sentimentos e informações uns aos outros. É uma habilidade essencial que nos permite interagir, expressar-nos e compreender o mundo ao nosso redor.  

Ela não se limita à fala; abrange uma variedade de formas de expressão, incluindo a escrita, gestos, expressões faciais, imagens, sons e muito mais.   

Essa complexidade na forma de nos comunicarmos é uma característica distintiva da espécie humana e desempenha um papel fundamental em nossa vida social, cultural e cognitiva. É graças a isso que podemos transmitir conhecimentos, histórias e tradições ao longo das gerações, por exemplo.  

Além disso, a linguagem é uma ferramenta de construção e compartilhamento de significado, possibilitando a criação de conceitos abstratos e a exploração de ideias complexas.  

Mas, em resumo, podemos dizer que linguagem é o recurso que as pessoas utilizam para transmitir as suas mensagens para as outras. Nesse contexto, podemos falar, escrever, desenhar e até mesmo utilizar o nosso próprio corpo como emissor. 

Quais são os tipos de linguagens? 

Quando falamos em “tipos de linguagens” podemos classificá-las de várias formas: de acordo com a sua forma, com seu contexto e até mesmo com os tipos de palavras e construções utilizadas. Isso nos rende uma lista enorme de classificações. 

Em relação ao código utilizado, ou seja, às estruturas de frases e palavras, podemos dizer que existem duas variações: 

  • linguagem formal; 
  • linguagem informal. 

Linguagem formal 

A linguagem formal ou culta é a comunicação falada ou escrita em que há a preocupação de utilizar as normas do idioma.  

Ela não se altera de acordo com a região geográfica do país, por exemplo, nem com a cultura local. Normalmente, deve ser utilizada nos meios acadêmicos e profissionais, nos momentos que exigem formalidade, mesmo que as pessoas se conheçam. 

A linguagem culta exige um determinado grau de escolaridade do comunicador e pode ser desenvolvida por meio da leitura, cursos, treinamentos

Um exemplo de linguagem formal pode ser encontrado em documentos legais, como contratos ou acordos oficiais. Veja:  

“Este contrato, doravante referido como ‘Acordo’, é celebrado entre as partes abaixo assinadas, a saber, a Empresa XYZ, representada por seu diretor executivo, Sr. João Silva, doravante referido como ‘Primeira Parte’, e o Fornecedor ABC, representado por sua Presidente, Sra. Maria Santos, doravante referida como ‘Segunda Parte’.” 

Linguagem informal 

A linguagem informal é aquela que usamos em casa com os nossos familiares ou com os amigos em momentos de descontração.  

Ela é menos rígida quanto ao uso das normas da língua. É comum que essa informalidade varie de acordo com o grupo social e região geográfica. 

“Hey, pessoal! Vamos dar um rolê mais tarde? Tô a fim de pegar um cineminha e depois comer alguma coisa, talvez tomar uma breja.” 

Outros tipos de linguagem 

Para além da formalidade ou informalidade, que se referem ao uso ou não da norma culta, temos três tipos de linguagens. São elas: 

  • verbal; 
  • não verbal; 
  • híbrida ou mista. 

Linguagem verbal 

A linguagem verbal é a modalidade de comunicação que usa a escrita ou a fala na interação entre pessoas. Temos como exemplo as cartas, textos, discursos, conversas e as transmissões de rádio. 

Linguagem não verbal 

A linguagem não verbal difere da verbal porque não aplica a escrita nem a palavra. Conheça os principais recursos usados nessa maneira de se comunicar: 

  • gestos e movimentação das mãos; 
  • expressões faciais; 
  • linguagem corporal
  • posturas; 
  • placas; 
  • obras de arte. 

Muitas pessoas se confundem em relação à Língua Brasileira de Sinais (Libras), mas cabe destacar aqui que ela não é uma linguagem não verbal. Trata-se de uma língua autônoma, assim como o Português, o Inglês, entre outros idiomas.   

Leia também – Comunicação verbal e não verbal: entenda o que são e quais os benefícios 

Linguagem híbrida ou mista 

A linguagem híbrida ou mista é a associação das linguagens verbal e não verbal. As histórias em quadrinhos e os panfletos de publicidade são bons exemplos, pois são compostos de escrita e imagens. Veja um exemplo do cartunista argentino Quino: 

Legenda: Quadrinhos e tiras são repletos de exemplos de linguagem verbal e não verbal

Como usamos linguagens nas apresentações? 

Seja nas reuniões corporativas, trabalhos escolares, webinar ou conversas do dia a dia, precisamos transmitir nossas mensagens de modo adequado para sermos compreendidos e atingir nossos objetivos. 

Sabendo disso, precisamos estar atentos com a maneira que usamos as nossas linguagens, pois elas podem impactar de forma positiva ou até mesmo negativa. Observe algumas linguagens específicas usadas nas apresentações: 

  • visual; 
  • corporal; 
  • oral; 
  • sonora. 

Linguagem visual 

A linguagem visual pretende comunicar com os receptores da mensagem por meio de imagens. Os slides são grandes exemplos disso e devem ser elaborados em conformidade com o perfil da audiência e com o assunto.  

Os elementos gráficos, as cores e tons de uma apresentação para artistas plásticos podem não agradar investidores financeiros, por exemplo. 

Linguagem corporal 

Fique atento com a sua linguagem corporal, que é um exemplo de linguagem não verbal, pois determinados movimentos e posturas podem denunciar a sua intenção.  

Essa maneira de se comunicar é tão importante que é muito observada nos interrogatórios policiais. Apenas alguns gestos dos suspeitos podem indicar se falam a verdade ou não. 

Voltando ao contexto, suponha que o objetivo da sua apresentação seja motivar pessoas, mas ao iniciar, boceja, permanece sentado e com os ombros caídos. Certamente, o resultado do discurso não será satisfatório, independentemente da mensagem.  

É necessário demonstrar ânimo, movimentar-se no palco e manter uma postura ereta: a chance de convencer o público é certa. 

Linguagem oral 

A linguagem oral se manifesta por meio da fala, desse modo, ela é verbal. De acordo com quem pretende conversar, você pode ser mais formal ou informal. Porém, para evitar ser mal compreendido na hora de falar, evite vícios de linguagem

Isso porque o Brasil é um país de grandes extensões e algumas palavras em determinadas regiões podem ser ofensivas, enquanto em outras são comuns.  

Cuide também da dicção e do tom de voz, evitando falar muito alto e passar a impressão de agressividade ou insegurança. 

Linguagem sonora 

A linguagem sonora utiliza sons, músicas ou figuras sonoras da língua como onomatopeia, paronomásia, assonância.  

Sendo assim, conforme a apresentação, ela pode ser tanto verbal, não verbal ou mista. 

Como a SOAP pode ajudar? 

A SOAP é uma consultoria especializada em apresentações profissionais com mais de 20 anos de experiência no mercado. Nossa missão é te ajudar a se comunicar melhor nos momentos decisivos da sua carreia. 

Criamos diferentes soluções de aprendizagem, sempre buscando facilitar e potencializar o aprendizado dos alunos de acordo com a realidade de cada um. 

Quer saber mais? Então conheça nossa vitrine de treinamentos corporativos e fale com um de nossos especialistas. 



Posts Relacionados

O que é comunicação assíncrona? Conheça 4 exemplos 

Comunicação
13/06/2024
leia agora

O que é mentoria profissional? Saiba como funciona e por que fazer

Treinamento
31/05/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França