Autoconsciência emocional: como desenvolver?

Ter autoconsciência emocional é uma das habilidades mais importantes nos contextos pessoal e profissional.

Treinamento SOAP
12/09/2022
4 min. de leitura
Reading Time: 4 minutes

Ter autoconsciência emocional é uma das habilidades mais importantes nos contextos pessoal e profissional. A partir dela, entendemos mais sobre nós mesmos e podemos adotar estratégias para nos desenvolvermos e lidarmos com situações desafiadoras.

Não por acaso, esse pilar da inteligência emocional influencia nossas capacidades de comunicação e liderança. Em ambos os casos, precisamos gerenciar sentimentos e emoções, a fim de atingirmos nossos objetivos.

Então, vale a pena conhecer um pouco mais sobre o tema e buscar maneiras de ser mais consciente das próprias emoções. Confira algumas dicas a seguir!

O que significa autoconsciência emocional

Autoconsciência emocional é a capacidade de identificar e avaliar sentimentos e emoções. Trata-se do ponto de partida para gerenciar a maneira como vamos agir, levando em conta nossos estados psíquicos.

Para Daniel Goleman, por exemplo, esse é um dos cinco aspectos que precisam ser desenvolvidos para se alcançar a inteligência emocional:

  • conhecimento das emoções;
  • controle das emoções;
  • automotivação;
  • empatia;
  • relacionamento interpessoal.

A autoconsciência é um requisito para os demais pilares. Afinal, do controle de emoções até construir bons relacionamentos, é importante conhecer nossas emoções e entender seus impactos em nós mesmos e nos outros.

Como ter sabedoria sobre si mesmo

Ao entender o que significa autoconsciência emocional, podemos exercitar algumas ações que vão ajudar o desenvolvimento dessa habilidade. Confira 6 dicas para começar!

Peça feedbacks

Um bom começo é buscarmos pessoas de confiança para escutar como elas enxergam as nossas atitudes, comportamentos e estados emocionais. Existem diferentes maneiras de realizar essa abordagem.

Você pode, por exemplo, falar a respeito de uma situação real, como reuniões e apresentações em público. Igualmente, podemos falar sobre a avaliação de determinado comportamento, conferindo se a pessoa enxerga a situação da mesma forma.

O importante do feedback, mesmo que negativo, é aprender com a diferença entre a nossa percepção e a do interlocutor. Com isso, temos mais chances de observar aspectos relevantes para melhorar a autoconsciência emocional.

Pratique a atenção plena

O mindfulness consiste em direcionar o foco para ter atenção a si mesmo. Nela, orientamos nossa mente para o funcionamento do corpo, respiração, espaço pessoal, solas dos pés, etc.

Há diversos proveitos desse tipo de conexão consigo mesmo. Entre eles, começamos a observar os estados da sua mente e corpo, tendo contato com as emoções. Por isso, é um exercício que pode ser usado para desenvolver a autoconsciência emocional.

Analise seus comportamentos

Também podemos analisar o nosso próprio comportamento. Faça uma lista de situações que exigem decisões e ações, refletindo sobre quais as tendências nesses momentos. Como você se comporta ao falar em público? Quando age ao ser abordado em reuniões? Você se sente confortável quando precisa dar um conselho ou feedback?

Anote também quais são os sentimentos e emoções vivenciados nessas situações, que afetam a maneira com a qual você se comporta. Procure entender tanto o que mina sua autoconfiança, motivação e equilíbrio como aquilo em que faz você se sentir mais confortável.

Esse conhecimento é útil para desenvolvermos a inteligência emocional. Ao conhecer sobre si mesmo, será mais fácil definir estratégias para controlar os estados emocionais e sentimentais, especialmente em situações de estresse.

Exercite a empatia

Exercitar a capacidade de identificar sentimentos e emoções, colocando-se no lugar do outro. Quando entendemos os estados das pessoas, há mais chances de começar a enxergar essas tendências em si mesmos.

A empatia também pode ser ligada à escuta ativa. Ter interesse pelo que as demais pessoas têm a dizer, evitar julgamentos precipitados e procurar entender sentimentos e emoções associados às falas será um passo importante para ser mais empático.

Utilize a comunicação não violenta

A autoconsciência pode ser exercitada igualmente por ferramentas que tenham essa compreensão entre suas práticas. Um bom exemplo é a comunicação não violenta (CNV).

Nos quatros passos da CNV, temos de separar a observação da situação de nossos sentimentos e necessidades relacionados a ela. À medida que exercitamos isso, praticamos a capacidade de separar o que são as situações das suas emoções diante delas.

Usar a CNV trabalha os pilares da inteligência emocional de forma mais integrada. No mesmo processo, treinamos a capacidade de identificar sentimentos e necessidades, separá-las da situação real, saber como pedir que a outra pessoa realize algo, sem que as emoções geram um resultado contraproducente, entre outros aspectos.

Participe de grupos de estudos

Por ser uma soft skill, diversos exercícios para desenvolver a autoconsciência emocional podem ser mais bem aproveitados em grupo. Por isso, você pode buscar pessoas interessadas no tema para estudar e praticar as técnicas em conjunto.

Os grupos de estudos contribuem também para compartilhar palestras, vídeos, leituras e outros materiais sobre os temas estudados. Sempre que possível, torna-se uma prática interessante para o desenvolvimento de competências.

Faça uma capacitação em comunicação

Você pode desenvolver a autoconsciência emocional participando de capacitações profissionais, especialmente nas áreas de liderança e comunicação. Aliás, o tema é abordado em diferentes capacitações da SOAP.

O treinamento SOAP Confiança trabalha a preparação para as situações de apresentação em público. Por ser um dos momentos em que mais precisamos manter o equilíbrio emocional, a autoconsciência é o ponto de partida dessa formação.

Você vai aprender a identificar suas fortalezas, pontos de melhoria, tendências de comportamento. A seguir, esse conhecimento pode ser usado tanto para falar em público quanto para as demais situações da vida.

Vale ressaltar que o SOAP Confiança é um curso bastante utilizado para capacitações corporativas, em que precisamos treinar uma equipe. 

Você conta com o apoio de especialistas em comunicação para desenvolver a autoconsciência emocional. Além disso, será preparado para situações reais do contexto das empresas, como apresentações em público e atividades de liderança.

Agora que você já entende a importância de estar consciente sobre suas emoções, conheça o curso SOAP Confiança e trabalhe o seu equilíbrio emocional.

homem em auditório falando em público em fundo preto com o seguinte texto "E-book gratuito - Como falar bem em público"


Posts Relacionados

O que é comunicação assíncrona? Conheça 4 exemplos 

Comunicação
13/06/2024
leia agora

13 mulheres inspiradoras e seus melhores discursos

Apresentações
29/05/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França