Histórias de Natal

É final de ano e muitas marcas aproveitam o período de festas com filmes publicitários especiais e, muitas vezes, diferentes.

Treinamento SOAP
13/07/2016
2 min. de leitura
Reading Time: 2 minutes

É final de ano e muitas marcas aproveitam o período de festas com filmes publicitários especiais e, muitas vezes, diferentes.

A rede varejista alemã, Edeka, é famosa por suas propagandas surpreendentes e fora do comum. O último filme de natal deles, lançado na semana passada, realmente chamou a atenção e está bombando na internet.

Como toda boa história, o filme começa com uma premissa: descobrimos que um senhor, já idoso, recebe mensagens da sua família nas quais eles dizem que não poderão passar o natal com ele. Isso se repete ao longo dos anos.

O que ele decide fazer a respeito? Vamos assistir:

Emocionante.

E como podemos traçar um paralelo com as apresentações corporativas, nosso negócio aqui na SOAP?

Como as apresentações, um filme publicitário possui vários objetivos, entre os quais destacamos:

•         Conectar pessoas

•         Traduzir sentimentos

•         Conquistar audiências

No fundo, esses objetivos são similares. Seja filme, seja impresso, seja apresentação, o que queremos ao final da nossa proposta de comunicação é EMOCIONAR a audiência.

Alguns pontos interessantes a destacar:

No 1º Ato (início):

Quando percebemos que o senhor irá passar a ceia sozinho, nos comovemos com a situação. Ficamos indignados com a família e solidários com ele. Nos CONECTAMOS com aquela situação, até porque muitos de nós já passaram por isso….

No 2º Ato (desenvolvimento):

Somos levados a perceber (ou imaginar) que o senhor faleceu, pois, sua família recebe cartas e mensagens neste sentido. Ficamos EMOCIONADOS com esse aparente “desfecho”.

O famoso “ponto de virada” acontece quando descobrimos que a “morte” dele foi, na verdade, uma estratégia para reunir a família toda em torno da mesa de Natal.

No 3º Ato (final):

Aqui está a graça do comercial: na verdade, o simpático senhor forjou a própria morte, pois assim toda a sua família estaria reunida, como ele queria. Ou seja, nessa altura já estamos totalmente CONECTADOS com essa história.

Em apresentações corporativas, quanto mais emocionamos e nos conectamos com o público, melhor o resultado. Esse é sempre o primeiro passo de uma comunicação eficiente: cativar as pessoas com mensagens que toquem o coração delas e com as quais elas se identifiquem.

É isso que a BOA comunicação sempre produz: boas histórias. E vice versa.

*O filme foi criado pela agência Jung von Matt/Elbe, de Hamburgo, e já passou, até o momento que publicamos esse post, de 42.000.000 visualizações no Youtube!

Para saber mais a fundo como construir a sua história corporativa, que cative e emocione audiências diversas, consulte os materiais disponíveis online para download em soap.com.br

E boas histórias a todos! 🙂

fundo preto com os personagens "Wood e Garfinho" de Toy Story ao fundo e o seguinte texto: "Afinal o que é Storytelling"

Tags: apresentações corporativas, apresentações profissionais, contar histórias, narrativa, storytelling

Posts Relacionados

5 filmes com os melhores storytellings em 2023

Storytelling
22/12/2023
leia agora

7 principais técnicas de storytelling que você precisa conhecer

Storytelling
17/11/2023
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França