Estratégia de comunicação: saiba o que é e como elaborar

Entenda os elementos fundamentais para um plano de comunicação eficiente

Treinamento SOAP
27/07/2023
6 min. de leitura
Reading Time: 6 minutes

De acordo com estudo divulgado em 2022 pela Society for Human Resource Management (SHRM), as falhas em comunicação corporativa geram prejuízo médio de U$420 mil por ano em empresas com até 100 colaboradores. Naquelas com mais funcionários, a perda passa de U$62 milhões por ano. 

Quando se trata de comunicação corporativa — seja ela interna (entre gestores, colaboradores e times) ou externa (entre a organização e os stakeholders) —, é fundamental pensar de forma comprometida e estratégica. 

Esse é um dos aspectos mais cruciais para o sucesso das empresas e, especialmente no cenário atual de evolução tecnológica acelerada, o campo exige mais cuidado. Um dos principais desafios talvez seja manter os pés no chão e focar no básico: saber se comunicar. 

Acontece que são tantas inovações, ferramentas e novas tecnologias, que muito se discute sobre como utilizá-las no sentido técnico, mas muitas vezes se deixa de lado a qualidade do conteúdo da comunicação. 

Como destaca Patrick Canuto, consultor educacional e especialista em experiências de aprendizagem da SOAP, “em um mundo onde as inteligências artificiais vem ganhando cada vez mais espaço, uma das principais tendências continua sendo a autenticidade humana nas comunicações.” 

Em outras palavras, precisamos voltar para o começo: aprender a nos comunicar com assertividade e humanidade, e levar isso para a comunicação corporativa. É aqui que entra a estratégia de comunicação.  

Seja para se preparar para um treinamento corporativo, para montar um planejamento de Marketing, para uma reunião com clientes ou com colaboradores: pense em como alinhar seu discurso com os objetivos da empresa e em como ser efetivo.  

O que é uma estratégia de comunicação? 

A estratégia de comunicação é um plano bem elaborado que visa direcionar e aprimorar a troca de informações dentro da empresa, tanto internamente, entre colaboradores e equipes, quanto externamente, com clientes, fornecedores e parceiros. 

Como destaca Patrick Canuto, “a comunicação estratégica é uma abordagem que visa transmitir a mensagem de forma planejada e eficaz, com o objetivo de alcançar resultados mensuráveis.” 

Uma estratégia de comunicação definida e implementada da forma correta, promove diversos benefícios para as empresas. Ela cria uma cultura de comunicação transparente e eficiente, aumenta a produtividade, fortalece o engajamento dos colaboradores e reduz conflitos interpessoais.  

Além disso, auxilia na disseminação da visão, missão e valores da empresa, alinhando todos os membros da organização em direção aos mesmos objetivos. Ela também fortalece a imagem da empresa no mercado, promovendo a satisfação e fidelização dos clientes. 

Os 7 principais elementos de uma estratégia de comunicação eficaz 

A comunicação eficaz é a espinha dorsal para o sucesso de qualquer empresa ou organização. Ela permeia todas as interações dentro e fora da empresa e também a forma como uma marca se posiciona e é percebida.  

Para garantir que a mensagem seja transmitida no momento certo e do jeito certo é essencial contar com uma estratégia de comunicação bem definida. E isso passa por sete aspectos principais, de acordo com Patrick Canuto. 

1. Objetivos bem definidos: 

O primeiro e mais crucial elemento de uma estratégia de comunicação eficaz é estabelecer objetivos claros. Antes de iniciar qualquer campanha, discurso ou treinamento, é fundamental compreender o que se pretende alcançar.  

Esses objetivos devem ser específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com prazos definidos (critérios SMART — Specific, Measurable, Achievable, Relevant e Time-bound).  

Seja aumentar o conhecimento sobre um produto, melhorar a imagem da marca ou fortalecer o engajamento dos colaboradores, os objetivos guiarão todas as ações de comunicação. 

Canuto ainda acrescenta: “para alinhá-la com os objetivos gerais da empresa é importante investir bastante na análise de cenários na esfera interna, temos que entender a estratégia do negócio, os principais direcionadores estratégicos (KPI’s), ameaças e ruídos e, inclusive, métricas financeiras.” 

2. Público-alvo mapeado: 

Cada empresa ou organização possui diferentes segmentos de público com necessidades e características distintas, e o mesmo vale para colaboradores se estivermos falando de comunicação interna.  

Portanto, o segundo elemento crucial é mapear e compreender esse público-alvo

“Pesquise informações como valores, interesses, grau de instrução e canais de preferência, assim você poderá obter insights valiosos para criar uma abordagem mais empática, persuasiva e eficiente”, destaca Canuto.  

A SOAP tem duas formas de fazer isso, conta o especialista. Uma por meio da tática da cebola: “temos camadas mais aparentes e outras mais internas (que não são vistas), então quando pensamos no público-alvo é importante ter em mente que existem camadas que não enxergamos e, portanto, não conhecemos.” 

O outro caminho é o famoso Mapa da Empatia, “porém, aqui adaptado para esse contexto de comunicação. O profissional pode utilizar qualquer método para identificar seu público-alvo, mas é importante entender que estamos em busca de conexão com a audiência. Compreender com quem estamos falando nos ajuda a direcionar os recursos do projeto de forma mais eficiente.” 

3. Mensagem central e tom da comunicação: 

A mensagem central é o coração da estratégia de comunicação. Ela deve ser simples, concisa e direta, transmitindo de forma clara e coesa a essência da marca ou do conteúdo a ser comunicado.  

Além disso, é essencial definir o tom da comunicação, que pode variar de acordo com o público-alvo e o objetivo. Ele pode ser formal, informal, inspirador, humorístico ou emocional, mas deve estar alinhado com a identidade da empresa. 

4. Análise de cenários interno e externo: 

Antes de executar qualquer plano de comunicação, é fundamental realizar uma análise detalhada dos cenários interno e externo da empresa. 

Internamente, é necessário avaliar os recursos disponíveis, a cultura organizacional e o posicionamento atual da marca. Externamente, é crucial entender o mercado, a concorrência, as tendências e as mudanças no comportamento do consumidor.  

Duas mulheres colando post-its para definir a estratégia de comunicação
Analisar os cenários interno e externo da empresa é fundamental antes de executar um plano de comunicação

Essa análise fornecerá insights para embasar a estratégia de comunicação e adaptá-la ao ambiente em que a empresa está inserida. 

5. Escolha dos melhores canais de comunicação: 

A diversidade de canais de comunicação disponíveis atualmente pode ser tanto uma bênção quanto um desafio. O quinto elemento é saber identificar quais canais (síncronos ou assíncronos) são mais adequados para a estratégia em questão.  

“Ao escolher os canais de comunicação, leve em consideração a visibilidade e a acessibilidade para alcançar o maior número possível de pessoas”, menciona Canuto. “Tome cuidado ao selecionar os canais para evitar ruídos e garantir que as informações sejam recebidas da maneira desejada.” 

Isso também dependerá do público-alvo, dos objetivos e até do orçamento disponível. Podem ser utilizados meios como redes sociais corporativas, e-mail marketing, blogs, eventos presenciais, anúncios em mídias tradicionais, entre outros. A escolha criteriosa dos canais garantirá maior alcance e impacto da mensagem. 

6. Gestão da execução organizada: 

A eficácia da estratégia de comunicação depende da gestão adequada de sua execução. Não basta desenhar o plano e esperar que ele se desenrole com perfeição, é necessário acompanhar e ter um processo organizador.  

Mas isso começa, é claro, pelo estabelecimento de um plano detalhado: com responsabilidades definidas, prazos, orçamento e indicadores de desempenho.  

A coordenação eficiente de todas as ações garantirá a integração e a consistência da mensagem em todos os pontos de contato com o público, evitando ruídos e contradições. 

7. Mensuração dos resultados e melhoria contínua: 

O último elemento essencial é a mensuração dos resultados obtidos com a estratégia de comunicação. É importante acompanhar os indicadores-chave de desempenho (KPIs) estabelecidos previamente, como aumento de vendas, engajamento, feedback, entre outros.  

A partir desses resultados, é possível identificar o que funcionou bem e o que precisa ser ajustado, permitindo aprimorar continuamente a estratégia de comunicação e alcançar resultados cada vez melhores. 

“O primeiro passo (para saber se a estratégia de comunicação funcionou) é resgatar o objetivo SMART definido na primeira etapa do processo”, explica Canuto. “Nele consta a meta que precisava alcançar como resultado. Com isso em mãos, utilize indicadores para obter a taxa de alcance, engajamento, conversão, retenção e custo-benefício e utilize ferramentas, como pesquisas de satisfação, análise de métricas de redes sociais, entre outros.” 

Como definir uma estratégia de comunicação? 

A teoria é uma coisa, a prática pode ser mais desafiadora. “Para definir uma estratégia de comunicação que ajude a atingir um resultado relevante, é necessário haver um processo estruturado e organizado”, explica Canuto.  

A SOAP, com base em diversos estudos, recomenda 7 etapas para um projeto de estratégia de comunicação. Nós acreditamos que algo só começa bem, se começar pela estratégia. E só pode terminar bem se seguir com planejamento, direcionamento, engajamento e mensuração. 

Ok, mas como colocar tudo isso em prática? É justamente o que ensinamos no treinamento SOAP Estratégia de Comunicação: 

  • A importância de uma estratégia de comunicação eficaz; 
  • Reconhecer seus principais elementos e conceitos sobre o tema; 
  • Definir o público-alvo e classificar os canais de comunicação mais adequados; 
  • Elaborar o planejamento e implementar sua estratégia de comunicação; 
  • Avaliar e medir resultados para mapear a eficácia da estratégia, com foco em melhoria contínua. 

Traduzimos e simplificamos todas as etapas de um bom planejamento estratégico de comunicação em ações práticas para sua empresa implementar desde o primeiro dia. 

Além de possibilitar um diagnóstico pré e pós para mensuração de avanços, com conteúdo atualizado e realista. 

Ficou interessado? Descubra mais sobre o treinamento clicando no botão a seguir: 



Posts Relacionados

O que é comunicação assíncrona? Conheça 4 exemplos 

Comunicação
13/06/2024
leia agora

O que é mentoria profissional? Saiba como funciona e por que fazer

Treinamento
31/05/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França