Comunicação afetiva: o que é, exemplos e como adotar no ambiente corporativo

Leny Kyrillos, primeira convidada do Talk SOAP, fala sobre a importância da comunicação afetiva e como aplicá-la no mercado de trabalho. Veja!

Treinamento SOAP
13/07/2023
6 min. de leitura
Reading Time: 6 minutes

Muito se fala sobre comunicação efetiva, mas a comunicação AFETIVA é tão importante quanto. Na verdade, é a junção desses dois aspectos que torna nossos discursos mais assertivos.  

Leny Kyrillos, fonoaudióloga, consultora em comunicação, palestrante e escritora referência na área, nos ensina isso: 

 “Ela (a comunicação) é efetiva na medida em que eu busco traduzir claramente e com simplicidade o que eu penso, no que eu acredito, o que eu espero do outro. E ela é afetiva na medida em que eu demonstro claramente o meu desejo genuíno de me conectar com o outro, de encurtar distâncias, de gerar entendimento.” 

A especialista aborda o assunto no primeiro episódio do podcast Talk SOAP, que já está disponível no Spotify.  

O que é comunicação afetiva? 

Comunicar-se com afetividade envolve a expressão e a troca de sentimentos e emoções de maneira autêntica e respeitosa. É uma forma de se comunicar que reconhece e valoriza a importância das emoções e do afeto nas interações humanas. 

Mas acima de tudo, é sobre transmitir seus sentimentos de forma clara e empática, buscando estabelecer conexões. Ela envolve não apenas as palavras utilizadas, mas também a linguagem corporal, expressões faciais e tom de voz.  

Uma comunicação afetiva envolve escuta ativa, respeito mútuo, empatia, a capacidade de reconhecer e validar as emoções dos outros (sejam elas positivas ou negativas), compreensão, cuidado.  

Talvez esse papo pareça muito distante do que importa em uma comunicação corporativa, mas na verdade a afetividade é fundamental também em ambientes profissionais.  

Afinal, com afetividade, as pessoas podem fortalecer relacionamentos, resolver conflitos de maneira mais saudável e criar um ambiente emocionalmente seguro, logo, mais eficiente. 

Como se comunicar de maneira mais afetiva no trabalho? 

De acordo com Leny Kyrillos, construir uma comunicação afetiva não depende somente do discurso. É necessário levar em consideração os aspectos verbais e não verbais: tom amistoso, expressão facial suave e postura de proximidade e de abertura.  

Como mencionado no início deste artigo, é sobre demonstrar ao outro, com clareza, o seu desejo genuíno de se conectar com ele, de encurtar distâncias e gerar entendimento, de se fazer compreendido. 

“A comunicação é uma chave poderosa para nos conectarmos com as pessoas. Costumo dizer que quando a gente se comunica, a gente constrói percepção. Geramos na cabeça do nosso interlocutor uma ideia a nosso respeito”, explica a fonoaudióloga. 

E é importante ter isso em mente por três motivos principais: “é algo muito rápido, é já nos primeiros segundos de contato que o nosso interlocutor gosta ou desgosta, confia ou desconfia; segundo, acontece de forma muito inconsciente, o outro não sabe muito bem porquê, nem como, mas ele registra uma impressão; terceiro, assim que eu gero essa percepção, o meu interlocutor reage a mim de alguma forma.” 

Se sua comunicação for afetiva e efetiva, a resposta do seu interlocutor também será. 

Dito isso, para construir uma comunicação mais afetuosa, podemos destacar três aspectos importantes do discurso que foram abordados por Kyrillos durante o episódio do Talk SOAP: 

Lição 1: empatia 

No Talk SOAP, Kyrilos conta sobre sua experiência atendendo pessoas nos mais variados contextos – desde pacientes de classes mais baixas no Sistema Único de Saúde (SUS), até pessoas do meio corporativo e clientes mais abastados em consultórios mais elitizados – e como isso a ensinou a ser empática.  

“As pessoas têm necessidades específicas e não cabe a nós, efetivamente, julgar o valor ou a importância do que o outro sente.” 

Esse é um aprendizado fundamental para quem busca se comunicar com afetividade e também efetividade.  

A especialista propõe um exercício: sair de si mesmo, de seus valores, conceitos, opiniões, se esvaziar de si mesmo quando estiver dando um treinamento, uma reunião ou mediando uma apresentação. Assim, poderá acolher o que o outro está trazendo.  

“Somente se desprendendo de nossas crenças para acolher o outro, é que podemos tocar a alma do outro.”  

Leny Kyrillos

Lição 2: linguagem acessível 

“É muito legal a gente desenvolver conhecimento, criar conhecimento. Mas se não formos capazes de disseminar esse conhecimento, se não formos capazes de mostrar isso para as pessoas, qual é a utilidade? Para que serve isso?”, questiona Leny. 

Por isso, ao buscar afetividade na comunicação, também é fundamental pensar em vocabulário adequado. Se as pessoas não compreenderem você, elas não conseguirão se conectar com você. 

Linguagem acessível é importante, pois promove a clareza, inclusão, empatia e conexão emocional. Ao adotar uma linguagem que seja compreendida e acolhida por todos, é possível criar um ambiente de comunicação mais saudável, respeitoso e significativo. 

Lição 3: foco nos relacionamentos 

Se comunicação afetiva é sobre conexão, focar nos relacionamentos também é importante nesse processo. Busque se relacionar e manter esses relacionamentos, além de fazer novos contatos, seja na vida pessoal ou no trabalho. 

Esteja atento àqueles que precisam de ajuda e se ofereça para ajudar se puder, esteja disponível sempre que possível. A timidez pode ser uma barreira nessas horas, portanto cabe trabalhá-la se você for tímido.  

Mulher e homem conversando em um local descontraído
É importante estar aberto e disponível para criar conexão com os pares

“Quando você junta efetividade e afetividade, você fica imbatível. Sente-se mais feliz e faz o outro mais feliz também”, argumenta Leny Kyrillos. 

Exemplos de comunicação afetiva no trabalho 

Quer saber como ter uma comunicação mais afetuosa na prática? Aqui estão alguns exemplos voltados para o ambiente profissional! 

Expressar gratidão:

Demonstrar apreço e reconhecimento pelo trabalho e contribuições de um colega de equipe ou subordinado, seja com um elogio pessoalmente ou em um e-mail de agradecimento. 

Exemplo: “Gostaria de agradecer sinceramente a você pelo seu esforço extra no projeto. Seu comprometimento e dedicação foram fundamentais para alcançarmos esse resultado positivo. Estou realmente grato pela sua contribuição.” 

Dar feedback construtivo com empatia:

Ao fornecer feedback sobre o desempenho de alguém, abordar a situação com empatia e cuidado, enfatizando os aspectos positivos e oferecendo sugestões de melhoria de forma respeitosa. 

Exemplo: “Gostaria de destacar o seu profissionalismo e compromisso com o trabalho. Percebo que você tem se esforçado bastante na execução das tarefas, mas acredito que, ao trabalharmos mais na organização do seu cronograma, você poderá alcançar resultados ainda melhores.” 

Criar um ambiente de escuta ativa:

Demonstrar interesse genuíno pelas opiniões e ideias dos colegas, prestando atenção e respondendo de maneira respeitosa. Isso encoraja uma comunicação aberta e promove o senso de valorização dos indivíduos. 

Exemplo: Durante uma reunião de equipe, ouvir atentamente as contribuições de cada membro e, em seguida, responder com empatia e interesse, como: “Obrigado por compartilhar sua perspectiva. Eu realmente aprecio sua contribuição e acho que podemos explorar mais essa ideia para melhorar nosso processo.” 

Fomentar um ambiente de apoio:

Oferecer ajuda e suporte aos colegas quando eles estão enfrentando desafios ou passando por dificuldades. Isso demonstra solidariedade e cria um ambiente de trabalho mais acolhedor. 

Exemplo: “Eu percebi que você está tendo dificuldades com o novo software. Gostaria de oferecer minha ajuda para que possamos trabalhar juntos e superar essa curva de aprendizado. Não hesite em me procurar se precisar de algum suporte.” 

Esses são apenas alguns exemplos de como a comunicação afetiva pode ser aplicada no ambiente profissional. A chave é expressar emoções genuínas, empatia e cuidado ao se comunicar com os colegas, promovendo um ambiente de trabalho positivo e produtivo. 

Confira mais dicas de comunicação e as histórias de Leny Kyrillos no Talk SOAP 

Leny Kyrillos é a primeira convidada da segunda temporada do Talk SOAP, o podcast de comunicação e liderança da SOAP! São sete episódios no total, abordando assuntos como desenvolvimento profissional, criatividade, diversidade, saúde mental e muito mais.  

“A ideia desta temporada é conhecer as pessoas que movimentam o mercado corporativo com ideias diferentes, que fazem provocações construtivas e que, claro, ensinam e provocam a transformação e evolução através de um conhecimento profundo”, destaca Renata Catto, diretora de negócios da SOAP e apresentadora do podcast.  

Veja a lista de convidados: 

  • Leny Kyrillos, escritora, fonoaudióloga especialista em voz e colunista na Rádio CBN; 
  • Fernando Kimura, consultor e palestrante internacional especialista em Marketing, Arte, Linguagem e Criatividade; 
  • Genesson Honorato, linkedin creator e TEDx Speaker especialista em DE&I, Inovação e Futuro do Trabalho; 
  • Eduardo Adas, sócio-fundador da SOAP, mentor e palestrante especialista em comunicação, liderança e desenvolvimento profissional; 
  • Diego Fonseca, designer, cofundador e podcaster da Vitamínica, especialista em aprendizagem, curadoria e facilitação criativa; 
  • Alessandra Demito, doutora em Psicologia e pesquisadora de saúde mental e trabalho, com foco em Psicodinâmica do Trabalho; 
  • Gabriel Malat, product manager há mais de oito anos no mercado e reconhecido em dois anos consecutivos no Prêmio Melhores do Ano (2021 e 2022) na categoria Gerente de Produto da Libbs Farmacêutica. 

O primeiro episódio já está disponível no Spotify:

Se preferir, assista também pelo canal de Youtube da SOAP: 

Aproveite para colocar em dia a primeira temporada: 



Posts Relacionados

5 ferramentas de Inteligência Artificial para criar apresentações e slides

Comunicação
09/02/2024
leia agora

4 passos para fazer uma apresentação de alto impacto

Comunicação
08/02/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França