Bullet point em apresentações profissionais: heróis ou vilões? 

Uso de listas é bem-vindo, mas marcadores requerem cautela

Treinamento SOAP
27/10/2023
5 min. de leitura
Reading Time: 5 minutes

Em 2017, o CEO do Google, Sundar Pichai, proibiu o uso de bullet points nas apresentações da empresa. Ele achava que era necessário investir em um estilo mais engajante e amigável, usando storytelling e explorando recursos visuais para cativar o público. 

Com essa orientação, os funcionários passaram a criar apresentações de slides com menos texto, mas que fossem visualmente atrativos. É o que eles chamaram de fresher style, incorporando imagens marcantes e frases concisas. 

Nem sempre os bullets precisam ser banidos dos slides. Mas para compreender as melhores práticas de uso, precisamos entender melhor o efeito deles no conteúdo de uma apresentação.  

O que são bullet points? 

Também conhecidos como marcadores ou tópicos, são marcas de pontuação frequentemente usadas em textos para introduzir itens em uma lista (ou série). Geralmente, são precedidos por um pequeno marcador, como um círculo, um quadrado ou um ponto.  

  • Aqui 
  • Está
  • Um 
  • Exemplo 
  • De bullet point. 

Usar bullet point é uma ótima maneira de apresentar uma lista de fatos, dados importantes ou dar instruções. 

A importância desses marcadores muitas vezes é subestimada, mas eles têm várias vantagens: 

Clareza: tornam o conteúdo mais claro e fácil de entender. Eles quebram informações complexas em partes menores e mais digeríveis, permitindo que os leitores identifiquem rapidamente os pontos principais. 

Ênfase: permitem que você destaque os aspectos mais importantes de um conjunto de informações. Os leitores podem escanear a lista e identificar instantaneamente os tópicos-chave. 

Organização: ajudam a organizar informações de maneira lógica e hierárquica. Eles permitem que você enumere tópicos em uma ordem significativa, o que é útil em manuais, por exemplo. 

Economia de espaço: em documentos com tamanho limitado, bullet points economizam espaço valioso, permitindo que você apresente informações importantes de forma sucinta. 

Acessibilidade: para pessoas que têm dificuldades de leitura, eles tornam o conteúdo mais acessível. Facilitam a busca e a compreensão das informações. 

Estilo visual: bullet points também podem adicionar um elemento estilístico ao seu conteúdo, tornando-o mais atraente visualmente, desde que usado corretamente. 

Recorra aos bullet points sempre que precisar: 

  • Facilitar a leitura; 
  • Organizar a informação; 
  • Deixar uma ideia mais concisa; 
  • Chamar atenção para pontos importantes; 
  • Se comunicar de forma eficiente com seu público. 

Quando não usar os bullet points? 

Embora sejam uma ferramenta útil para comunicar informações de maneira concisa e organizada, existem situações em que você pode optar por não usar os bullet points. Não estamos aqui para criar regras desnecessárias, portanto, lembre-se que o que vale é sempre o bom senso. 

Porém, existem algumas circunstâncias em que é aconselhável evitar o uso desses marcadores, simplesmente porque eles não estarão contribuindo para aquele determinado contexto: 

Textos acadêmicos ou documentos formais: em trabalhos acadêmicos, como teses, dissertações ou artigos de pesquisa, é comum evitar o uso excessivo de bullet points. Esses documentos seguem uma estrutura mais formal de parágrafos e subseções para apresentar argumentos e evidências de maneira detalhada. 

Comunicação sensível: há situações em que a empatia e a delicadeza são necessárias, como ao comunicar problemas de recursos humanos, por exemplo, ou publicar um posicionamento para lidar com uma crise de marca. Em casos assim, o uso de bullet points pode parecer impessoal, sendo aconselhável usar uma comunicação mais descritiva e sensível. 

E, como visto no início do texto, muitos profissionais também não recomendam o uso exagerado de bullet points em apresentações de slides. 

Devemos evitar o uso de bullet points em apresentações ou não? 

Em documentos escritos, bullet points ajudam, de fato, a organizar as informações e facilitar a leitura. Mas em uma apresentação de slides, eles podem não ser muito bem-vindos. 

Não estamos dizendo que o problema é organizar a informação em notas e trechos concisos. Na verdade, fazer isso pode ser uma excelente estratégia.  

O ponto a se ter atenção é que os marcadores, muitas vezes, podem se mostrar elementos visuais desnecessários e que ainda atrapalham a fluidez do conteúdo. Especialmente quando vários deles são colocados em um único slide. 

Cada bullet point merece um slide para chamar de seu, como já disse uma vez Chris Anderson, CEO do TED Talks.  

Pessoa empilhando dados com sinal de bullet point
É preciso ter cautela ao colocar bullet points nas apresentações

Pensando nisso, confira algumas dicas de como organizar informações nas suas apresentações sem recorrer àquela lista clichê e monótona de bullet points: 

Um marcador por slide 

Quanto mais conciso for cada slide, melhor o público vai absorver a informação. Portanto, distribua a lista que você criaria em uma única página da apresentação em várias páginas: um bullet por página. 

Você pode se questionar: “Mas assim, serão muitos slides e a apresentação ficará longa e cansativa.” 

Na verdade, não. Porque você não vai aumentar o conteúdo em si, nem o tempo de fala. Apenas estará fazendo uma distribuição visual mais atraente. Use as dicas de storytelling da SOAP para garantir uma boa narrativa.  

Seja conciso 

É natural querermos encher os slides de informação, especialmente quando sabemos que temos muito a dizer sobre um determinado assunto. Mas não é necessário colocar tudo na apresentação. 

Prefira preencher slides apenas com o necessário, usando frases ou palavras-chave de impacto, e deixando o conteúdo para ser desenvolvido na fala. 

Use cores, formas e outros recursos no lugar dos bullet points 

Para as situações nas quais você simplesmente não consegue fugir das listas, seja criativo e tente usar outras soluções no lugar dos bullet points mais tradicionais. Eles podem ser: 

  • Frases com ou tamanhos diferentes; 
  • Conteúdo apresentado em retângulos ou formas geométricas; 
  • Usar efeitos de animação. 

Só tome cuidado para não causar uma poluição visual. Na dúvida, seja minimalista.  

Aposte nos recursos visuais 

Não foi à toa que o CEO do Google abandonou os bullet points em suas apresentações. Durante eventos da empresa e suas conferências, Pichai notou que a informação era mais bem interpretada quando seu slide era muito simples. 

Foi a partir de então que ele proibiu o uso dos marcadores e ainda disse que quanto mais espaço em branco o slide tiver, melhor. 

Portanto, ao invés de texto, use boas imagens, uma paleta de cores legal, fontes confortáveis de ler.  

Não os use marcadores em todos os slides 

Apresentações que utilizam o mesmo estilo de design na maioria dos slides causam monotonia visual.  

Se todos os slides tiverem a mesma aparência, como um título, seguido de uma lista com marcadores e uma imagem, o público se desconectará da apresentação após observar o mesmo estilo várias vezes. 

Aplique animações 

Para ajudar a tornar as apresentações envolventes, lance mão de animações sincronizadas com a maneira como você fará sua apresentação. Seus bullet points podem, por exemplo, aparecer um por um enquanto você fala.  

Escolha também estilos de marcação de aparência tranquila, como aqueles que surgem com um fade-in lento. 

Existem variadas formas de deixar sua apresentação atrativa e convidativa ao público, além das que citamos relacionadas ao bullet point. Reforçamos que eles não precisam ser um elemento proibido, mas, de fato, se usados da forma errada podem ser muito ruins. 

Portanto, repense seu uso excessivo para não cansar a audiência e elaborar slides realmente significativos e impactantes! 

Quer aprender a criar apresentações de slides dignas de um profissional, mesmo sem ser designer?  

Conheça o treinamento SOAP Slides, Design que convence. Com ele, você e sua equipe irão desenvolver habilidades e conhecer ferramentas para criar slides didáticos e impactantes no estado da arte. Fale com um de nossos consultores! 



Posts Relacionados

Como interagir com o público em uma apresentação? Veja 7 formas

Apresentações
28/02/2024
leia agora

10 temas para convenção de vendas em 2024

Apresentações
31/01/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França