Como treinar para uma apresentação? Veja 5 passos práticos

Você provavelmente já sabe que treinar para uma apresentação corporativa é importante para se sair bem.

Treinamento SOAP
20/03/2023
6 min. de leitura
Reading Time: 6 minutes

Você provavelmente já sabe que treinar para uma apresentação corporativa é importante para se sair bem. Mas a preparação adequada repercute em muitos outros benefícios que vão além do desempenho verbal do apresentador. 

Alguns desses benefícios são: 

  • Mais clareza na transmissão da mensagem; 
  • Melhor percepção da credibilidade do profissional que apresenta; 
  • Possibilidade de identificar equívocos no conteúdo; 
  • Ajustar o tempo de apresentação adequadamente; 
  • Ter mais impacto sobre a audiência, atingindo o objetivo do seu discurso; 
  • Preparar-se para possíveis contratempos. 

Além de tudo isso, como destaca Eduardo Adas, sócio fundador da SOAP, comunicador e autor dos livros “Detone” e “Super Apresentações”, essa etapa do planejamento garante mais firmeza ao profissional. 

“O treinamento é fundamental para se sentir seguro ao realizar qualquer apresentação. Muitas pessoas negligenciam essa etapa e, no momento da palestra, sofrem as consequências.”  

Edu Adas. 

Mas, afinal, como treinar para realizar uma apresentação corporativa? 

5 passos para treinar para a sua apresentação 

No livro “Super Apresentações – Como vender e conquistar audiências”, Edu Adas estabelece cinco passos para treinar corretamente para uma apresentação profissional. São eles: 

Passo 1: Use roteiro e slides como apoio 

Essa é a primeira parte da preparação, em que o profissional ainda pode usar o conteúdo visual e escrito como suporte para montar suas falas. A ideia é que, aos poucos, a necessidade do apoio vá diminuindo.  

“Baseado no roteiro e tendo os slides como apoio, treine a sua fala. Comece usando todo o material e, aos poucos, usando apenas as palavras-chave como referência. Não decore a apresentação, compreenda-a”, orienta Adas. 

Passo 2: Crie uma visão macro da apresentação 

Nessa etapa, é hora de construir uma visão geral da apresentação: o discurso e como ele se conecta com cada um dos slides.  

“Treine a apresentação no modo classificação de slides do PowerPoint. Use apenas o conjunto de slides em miniatura para exercitar uma visão macro da palestra.”  

Adas sugere ainda que o apresentador só siga para esse passo depois de dominar todas as suas falas. 

Passo 3: Passe os slides um a um 

“Quando estiver dominando bem a apresentação, faça um treino diante da tela, passando slide por slide”, ensina o especialista.  

Ou seja, aqui o apresentador deve treinar o que estabeleceu no passo anterior: como cada parte do discurso se conecta com cada slide. 

“Mas não se esqueça: para demonstrar segurança e fluência, não permita que os slides te dominem”, completa o autor. 

Passo 4: Treine sem referências visuais 

Essa é a fase mais desafiadora do treinamento, pois você precisa testar o domínio total do conteúdo.  

Treine sem nenhum apoio visual ou escrito, repita até ser capaz de falar todo o conteúdo sem consultas.  

“Conseguir apresentar sem apoio dos slides significa que você está preparado”, destaca Edu Adas.  

Passo 5: Registre o treino de sua apresentação 

“A última etapa do treinamento é gravar a apresentação em áudio ou vídeo e depois ouvi-la ou assisti-la para analisar a sua performance.” 

Essa é, provavelmente, a etapa mais negligenciada no treinamento para apresentações. No entanto, analisar o resultado final é importante para identificar possíveis incoerências e ruídos de comunicação.  

Gravar o seu desempenho te dará uma visão de fora, te colocando no lugar de audiência. Isso te permitirá enxergar possíveis melhorias.  

Concluídos os cinco passos, você certamente estará pronto para uma apresentação de sucesso.  

Quer conferir ainda mais dicas para tirar a sua apresentação de letra? Confira nosso guia gratuito com nove dicas para ensaiar para sua apresentação: 

Fundo preto com homem de barba branca e camisa branca segurando um microfone e o seguinte texto em rosa "E-book gratuito - 9 dicas para ensaiar para sua apresentação".

Quantas vezes treinar a sua apresentação? 

Alguns estudos científicos sugerem que o ser humano precisa de 15 a 20 repetições para decorar algo. No entanto, isso pode variar muito de acordo com a complexidade do conteúdo para quem aprende.  

Portanto, o ideal é treinar a sua apresentação quantas vezes forem necessárias para você. Treine até atingir o nível completo de domínio sobre o conteúdo e sobre as ferramentas de comunicação que estiver utilizando. 

Seguindo a metodologia acima, você pode fazer repetições em cada um dos cinco passos, passando para a etapa seguinte somente quando dominar a anterior.  

Por exemplo: treine com o apoio de slides repetidas vezes; quando tiver decorado todo o texto, comece a consultar somente as palavras-chave; assim que o domínio nessa etapa tiver sido testado, passe para a fase da visão macro e assim sucessivamente. 

Como decorar o discurso? 

Antes de listar algumas dicas, é preciso que se diga: dominar o conteúdo é muito mais eficiente do que simplesmente criar uma colagem de frases na sua mente.  

Ou seja, mais que memorizar, entenda e seja um especialista em tudo que estiver apresentando.  

Assim, mesmo que alguma palavra ou expressão específica fuja da mente na hora da apresentação, você terá facilidade para substituí-la. Afinal, você entende exatamente o que quer ou precisa ser dito.  

Mas existem sim algumas técnicas que podem ajudar a reter o conteúdo da sua apresentação com mais facilidade. Aplique as dicas expostas a seguir quando estiver treinando suas falas: 

#1 – Repetição 

A repetição é uma técnica simples, mas eficaz para lembrar informações. Repetir as informações várias vezes em voz alta ou por escrito pode ajudá-lo a memorizá-las. 

Ao aplicar os cinco passos para treinar uma apresentação, você pode fazer isso. Como mencionado, não há limites: repita quantas vezes precisar. 

#2 – Agrupamento 

Agrupe informações em blocos ou categorias. Isso ajuda a simplificar as informações e torná-las mais fáceis de lembrar. 

Categorizar as informações também ajudará o público da sua apresentação a compreender melhor o conteúdo. Portanto, mais que uma técnica de memorização, é algo importante para a estruturação dos slides. 

#3 – Anotações 

Escreva as informações importantes ou trechos mais relevantes em papéis menores, como fichas. A prática de anotar ajuda a reforçar o aprendizado. 

Além disso, essas anotações podem servir como meios de consulta durante sua apresentação. 

Homem fazendo anotações em um quadro
É importante fazer anotações para guiar sua apresentação

#4 – Aprendizagem ativa 

Aprendizagem ativa envolve a participação ativa no processo de aprendizagem. Para quem estuda, por exemplo, isso pode significar fazer perguntas ou ensinar a outras pessoas como forma de reforçar o conteúdo. 

Ao treinar para uma apresentação, uma forma de fazer isso é debater ideias com outras pessoas. Chame um colega de trabalho que também domina o assunto para discutir sobre isso. 

#5 – Associação de palavras-chave 

Associe palavras-chave com as informações que deseja lembrar. Isso facilita, pois você só precisa se lembrar das palavras-chave para recuperar as informações associadas. 

Esses termos estratégicos também podem ser usados como forma de se orientar pelos slides no momento da sua apresentação. 

7 dicas de oratória para treinar antes da sua apresentação 

Ao treinar para a sua apresentação, além do conteúdo em si, é importante treinar a fala. Ou seja, praticar a sua oratória.  

Oratória é a arte de falar bem em público de forma eficaz e persuasiva. Ou seja, é a capacidade de se expressar de forma assertiva, captando a atenção da audiência e transmitindo a mensagem com clareza e objetividade.  

Muitas pessoas são boas oradoras de forma inata, mas essa é uma habilidade que pode ser aprendida e treinada.  

Aqui estão algumas dicas para melhorar a sua oratória, você pode aplicá-las ao longo do treinamento para a sua apresentação. 

1 – Seja objetivo 

Um dos aspectos mais importantes da oratória é a concisão. Ou seja, falar somente o que for essencial, ir direto ao ponto.  

Identifique a mensagem principal que deseja transmitir e concentre-se nela. Elimine informações redundantes ou irrelevantes. 

2 – Domine o assunto 

O domínio do assunto permite ao orador ser mais firme em seu discurso, transmitindo mais credibilidade. É muito mais fácil falar com segurança quando você sabe do que está falando.  

Para que isso fique melhor, tenha uma estrutura clara e lógica do discurso, com introdução, desenvolvimento e conclusão. Use exemplos para ilustrar pontos importantes e tornar o discurso mais envolvente. 

3 – Adeque a linguagem 

Um bom orador também conhece seu público-alvo e adequa a linguagem utilizada para facilitar a compreensão de todos. Utilize uma linguagem clara e concisa, evitando jargões e termos técnicos desnecessários 

4 – Postura 

Muitas vezes, a linguagem corporal fala mais que a linguagem verbal. Por isso faz parte da oratória ter consciência corporal e boa postura.  

Gestos e expressões faciais são importantes para envolver o público, mas em excesso podem causar a impressão de nervosismo ou agitação. Expresse-se na medida.  

5 – Respiração 

A respiração também é um aspecto fundamental para a oratória. Tendo-a sob controle, além de controlar a ansiedade, o apresentador mantém um ritmo de fala adequado (nem rápido demais, nem devagar demais).  

Existem técnicas de respiração que podem ajudar, como exercícios aeróbicos e treino do diafragma. 

6 – Contato visual 

Faça contato visual com as pessoas sempre que possível. Isso não quer dizer encarar demasiadamente uma única pessoa, cuidado com exageros. Mas não evite o olhar das pessoas.  

Muitas vezes, por nervosismo, o orador encara a parede do fundo para lidar melhor com a situação. Mas se ficar muito perceptível que o olhar da audiência está sendo evitado, isso transmitirá insegurança. 

7 – Vocabulário  

Como já mencionado, é importante adequar o discurso à audiência. No entanto, existem outros cuidados relacionados à linguagem, mais especificamente ao vocabulário utilizado.  

Alguns dos principais termos e expressões a serem aviltados são: expressões redundantes; jargões muito técnicos (a menos que o público seja da área); termos longos ou sonoramente complexos; e vícios de linguagem em geral.  

Treine para as suas apresentações com especialistas 

Boas apresentações são capazes de vender uma ideia para o público mais desafiador. Mas, para isso, é necessário dominar a arte de se apresentar bem. 

E se você pudesse contar com a ajuda de alguém que saiba traduzir as necessidades da sua audiência e fazer sua apresentação se tornar memorável?  

A SOAP pode ajudar com uma metodologia testada e aprovada. Grandes nomes do mercado já revolucionaram suas apresentações com a gente, como Ipiranga, Grupo Simões e outros.  

Ficou interessado em saber mais? Fale com um de nossos especialistas!  



Posts Relacionados

Como interagir com o público em uma apresentação? Veja 7 formas

Apresentações
28/02/2024
leia agora

10 temas para convenção de vendas em 2024

Apresentações
31/01/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França