Comunicação Corporativa

Adapte o seu discurso à Geração Y

O termo retuitar virou uma febre.

Treinamento SOAP
11/07/2016
O termo retuitar virou uma febre. Gostou de alguma coisa? Dá um retweet... Há quem discorde, mas esses termos estão roubando o espaço de algumas frases que usávamos há anos e que agora estão cada vez mais esquecidas. Exemplo: qual foi a última vez que você ouviu alguém dizendo que ia enviar uma carta? Ou então passar um fax? E que vai compartilhar no facebook? Ah, essa frase ouvimos sempre! Os dicionários já se adaptaram Pasmem, alguns destes termos criados pela Geração Y foram parar no dicionário. O que considero ser muito bom, pois eu que não tenho Twitter e me considero um E.T. frente a todo esse novo vocabulário. O fato é que o famoso dicionário Oxford English Dictionary se rendeu às mais diversas palavras ou frases da atualidade e lançou em sua última atualização - entre outras 400 novas palavras - estes termos modernos. Para saber quais são todas elas, clique aqui. A comunicação mudou Não é a toa que a equipe responsável pelo dicionário Oxford entrou nessa onda moderna e decidiu atualizar as páginas. Está mais que comprovado que a comunicação mudou e não é preciso ser nenhum super estudioso para perceber isto: todos andam frenéticos com seus celulares, “retuitando” e compartilhando tudo que gostam e postando novidades. Mas afinal, esse post é para falar sobre o que? Os novos termos dos moderninhos, o dicionário Oxford ou a evolução e transformação na comunicação? Tudo isso junto e misturado! Quero dizer a vocês, meus caros, que a palavra da vez é adaptação! Passou a fase em que o discurso formal era o mais certeiro, que aquelas aulas intermináveis de literatura e gramática nos elevavam a um patamar superior. Adapte-se você também! Para uma reunião com a equipe de vendas, com pessoas com idade entre 20 e 30 anos, você vai utilizar quais termos? Não serão aqueles mesmos que você utilizava há dez anos. Acredito que eles demorariam certo tempo para compreender o que significa “supimpa”! É por isso que batemos sempre em uma tecla: conheça a sua audiência. Apenas assim, você conseguirá adaptar o seu discurso às pessoas que irão te ouvir. Se elas forem todas jovens, por que não investir em um vocabulário mais informal e despojado? Sem dúvida, você irá gerar uma empatia logo de cara. Pense nisso!

Posts Relacionados

Engajamento corporativo: amplie seus resultados com esse investimento

Apresentações
11/06/2021
leia agora

Como utilizar a comunicação assíncrona de forma eficaz no trabalho

Comunicação
27/05/2021
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França