O que fazer para melhorar a comunicação interpessoal?

Essa habilidade é fundamental para manter o alinhamento entre colaboradores e líderes

Treinamento SOAP
11/03/2024
5 min. de leitura
Reading Time: 5 minutes

Os desafios enfrentados por gestores e equipes para alcançar os objetivos de uma organização costumam esbarrar em um dos pontos de maior impacto corporativo — a deficiência na comunicação interpessoal. 

Afinal, são pessoas com perfis, necessidades e expectativas diferentes atuando no mesmo espaço diariamente. Alcançar as metas propostas e ter sucesso no mercado será muito mais fácil se houver boa comunicação entre as pessoas. Isso pode ser até mesmo um diferencial competitivo. 

Continue a leitura e veja como melhorar a comunicação interpessoal na sua empresa considerando o comportamento do líder e dos colaboradores! 

O que é comunicação interpessoal? 

A comunicação interpessoal é aquela que se dá entre duas ou mais pessoas para promover a troca de informações.  

No cenário corporativo, para que a empresa cresça e se desenvolva adequadamente, a comunicação interpessoal deve ser um ponto de atenção para os gestores. Todos devem saber se comunicar bem, com clareza e eficiência. 

O bom relacionamento com os colegas de trabalho depende de uma comunicação fluida e transparente, em que todos se ajudam visando um mesmo propósito. Para isso, é preciso investir no bem-estar e na valorização individual e coletiva. 

Uma boa comunicação interpessoal implica saber falar e ouvir no momento adequado, dialogar e trocar informações com uma visão positiva de resultados. Assim, todos se verão envolvidos na mesma atmosfera de crescimento e conquista. 

O desafio da comunicação na organização 

As diferenças pessoais e culturais podem influenciar o comportamento individual que, de alguma forma, impacta o time e os resultados. Por isso, a comunicação interpessoal é um recurso para manter o foco no relacionamento profissional e ter sucesso como grupo. 

É responsabilidade de cada um, mas também da gestão promover melhorias nesse sentido, visto que é por meio da interação que as pessoas se expressam e demonstram habilidades para desempenhar atividades. 

O crescimento, tanto dos profissionais quanto da empresa, depende da capacidade de interpretação e compreensão de todos. 

Em um ambiente onde as pessoas não conversam, interagem ou compartilham informações, será difícil chegar a um consenso sobre a melhor forma de executar um projeto ou determinar a distribuição de tarefas. 

O impacto dessa deficiência será evidente quando o início de uma atividade depender da finalização de outra, por exemplo. Se os profissionais não se comunicarem, não terão ciência das etapas concluídas. 

A importância de o líder ter domínio da comunicação interpessoal 

Mesmo para profissionais de alta performance com experiência, nem sempre é possível entender o que a organização ou gestores esperam do seu trabalho. 

Nesse sentido, é responsabilidade do líder estabelecer a conexão entre os colaboradores e sintonizar as equipes aos objetivos da empresa. Para isso, qualquer profissional em posição de gestão ou liderança deve dominar a comunicação interpessoal. 

A capacidade de oratória, sobretudo diante dos liderados, é fundamental de modo a transmitir confiança e segurança ao time. Para a equipe, o líder é um exemplo a ser seguido, logo, a forma que ele se expressa será referência de comunicação na empresa. 

A liderança não deve apenas proferir palavras, mas usá-las estrategicamente para transmitir a mensagem com um tom de voz que seja, ao mesmo tempo, autoritário, conciliador e empático, entendendo a posição de cada um no projeto. 

Um dos fatores da comunicação interpessoal da liderança é compreender a hora de falar e ouvir. Afinal, em um time capacitado, os profissionais certamente podem contribuir com ideias e sugestões que talvez não ocorram ao líder no momento. 

Desse modo, a sabedoria de um líder está em usar os pontos fortes da equipe e melhorar as deficiências para alcançar a excelência. É a comunicação inteligente que possibilitará diálogos produtivos e institucionalizados. 

Implementar a cultura do feedback contínuo pode ajudar nesse sentido. Com a oportunidade de dizer aos colaboradores em que podem melhorar e ouvir pontos de aprimoramento da própria gestão, a comunicação se torna afetiva e respeitosa, o que é bom para toda a empresa. 

Se, depois de todas as investidas para melhorar a comunicação interpessoal, a empresa perceber que ainda não alcançou o patamar desejado, talvez seja o momento de contar com ajuda especializada. 

Boa comunicação interpessoal é fundamental para um ambiente de trabalho saudável e eficiente

4 dicas para uma boa comunicação interpessoal 

Agora que você entende a importância da comunicação interpessoal, conheça dicas que vão te ajudar a realizar interações positivas no dia a dia. Listamos 4 boas práticas a seguir, acompanhe! 

Esteja bem consigo mesmo 

Em muitas situações, sentimentos e emoções mal gerenciados podem se projetar na nossa comunicação, alguns exemplos são: 

  • reagir de forma excessiva; 
  • sentir-se ofendido por ser questionado; 
  • não ter força de vontade para colocar a própria opinião. 

Além de buscar o desenvolvimento da inteligência emocional, podemos adotar alguns protocolos antes de uma conversa importante para, assim, estarmos no controle da situação: 

  • anote todas as pendências em uma lista de tarefas para “esvaziar a mente”; 
  • procure nomear os sentimentos ou emoções que estão te perturbando, como medo, ansiedade, euforia e felicidade; 
  • pense nos cuidados que precisam ser tomados para que as atitudes indesejadas não aconteçam. 

Imagine, por exemplo, que uma pessoa é reativa quando está estressada. Caso tenha de participar de uma reunião em um dia difícil, ela pode se preparar para controlar sua reação ao ser questionada, como: 

  • adotar um tom mais calmo; 
  • pensar por alguns segundos antes de responder; 
  • entender que o motivo da irritação é anterior à conversa etc. 

Adeque o tom de voz 

O tom de voz é um ponto de atenção na comunicação interpessoal. Afinal, consegue facilitar ou dificultar o entendimento, impactando a credibilidade de quem está falando. 

Um primeiro trabalho para melhorar o tom de voz é tentar adotar uma postura adequada: coluna ereta, braços para trás e cabeça erguida. Com isso, você melhorará a passagem de ar pelos pulmões, precisando de menos esforço para chegar ao tom ideal. 

Outra forma é o treino. Coloque um gravador de voz (ou celular) à distância equivalente a diferentes contextos de comunicação: na última cadeira da mesa de reuniões, em uma cadeira à frente para simular falas mais diretas, no meio do caminho para mesas em formato circular etc.  

Depois, pratique as variações de intensidade da voz, mudando a posição do aparelho, de modo a entender como falar a várias distâncias. 

Ouça o interlocutor com atenção 

A escuta ativa é tão importante quanto a fala na comunicação interpessoal. Para executá-la, é preciso mobilizar a energia e evitar que a mente se direcione para longe da conversa. 

Você pode praticar, por exemplo, com vídeos ligados ao desenvolvimento pessoal. Ao reproduzir o conteúdo, tente prestar atenção do começo ao fim, sem distrações. Depois, resuma aquilo que entendeu do conteúdo. 

Dessa forma, você pode começar a exercitar esse mesmo esforço de se atentar ao vídeo nas relações interpessoais, colocando foco total e se esforçando para entender o que as pessoas dizem. 

Domine a linguagem corporal 

Outro cuidado é a linguagem corporal. Os gestos e a postura devem refletir a intenção com que você fala. Por exemplo, se deseja ser incisivo, mas está com os ombros recolhidos e a cabeça baixa, provavelmente a mensagem será diferente do previsto. 

Você pode realizar um exercício similar ao do tom de voz, mas com o recurso do vídeo. Grave-se simulando conversas em diferentes cenários e objetivos, por exemplo: 

  • dar a notícia de uma demissão; 
  • comunicar que uma pessoa foi promovida; 
  • fornecer orientações sobre como realizar uma tarefa; 
  • transmitir as informações de segurança sobre as saídas de emergência de um ambiente. 

Depois, reveja a gravação e anote o que saiu da intenção no assunto abordado. Você pode usar categorias, como: 

Pratique em dias alternados e repita o exercício algumas vezes. Essa categoria de aprendizado envolve mudanças em hábitos e movimentos do corpo.  

Como a SOAP pode te ajudar 

A SOAP é especializada em apresentações profissionais para auxiliar empresas, executivos, líderes e gestores a alcançarem excelência na hora de se comunicar, seja com o público interno ou externo. 

Sabemos que a boa comunicação é um desafio até mesmo para aqueles que ocupam cargos de liderança e são especialistas em suas áreas de atuação.  

Se quer melhorar essa habilidade em seu time, conheça o treinamento SOAP Comunicação interpessoal!  

Neste curso você vai aprender a: 

  • Ser relevante e interessante 
  • Praticar a escuta plena e a empatia 
  • Desenvolver congruência entre conteúdo e linguagem 
  • Dar e receber feedback 
  • Identificar os diferentes perfis de comunicadores 
  • Lidar com interlocutores difíceis 

Ficou interessado? Descubra mais sobre o serviço



Posts Relacionados

O que é comunicação assíncrona? Conheça 4 exemplos 

Comunicação
13/06/2024
leia agora

13 mulheres inspiradoras e seus melhores discursos

Apresentações
29/05/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França