É possível aprender oratória?

A oratória pode parecer uma habilidade nata, que acompanha algumas pessoas desde sempre e para sempre, mas esse não é o único caminho para se tornar um bom orador.

Treinamento SOAP
07/03/2022
3 min. de leitura

A oratória pode parecer uma habilidade nata, que acompanha algumas pessoas desde sempre e para sempre, mas esse não é o único caminho para se tornar um bom orador.

Sempre que assistimos a uma apresentação conduzida com maestria, que nos prende e encanta, é interessante pensar que o apresentador passou parte do seu tempo estudando e praticando técnicas específicas para aprender oratória.

Existem cursos e materiais didáticos voltados para quem quer desenvolver ou aprimorar a capacidade de falar em público. Pensando nisso, qualquer pessoa pode se tornar um orador excepcional, capaz de realizar apresentações memoráveis, surpreendentes e envolventes.

A importância dessa habilidade está exatamente na necessidade de fazer nossas ideias relevantes e compreensíveis, além de aumentar nossa capacidade de persuasão.

Técnicas para quem quer aprender oratória

A oratória é o conjunto de vários elementos que, unidos, resultam em uma comunicação bem-sucedida. Para ser um orador, é necessário considerar o aprimoramento da voz, dicção, expressão corporal, expressão visual, controle de emoções e empatia. Em cada uma dessas áreas, existem exercícios e treinamentos.

Outro ponto que conta para a performance de um orador é a capacidade de desenvolver uma narrativa criativa e caprichar na linguagem visual do projeto. Como se pode ver, a comunicação completa envolve diferentes aspectos, simultaneamente. Entenda melhor alguns deles nos tópicos abaixo.

Uso da voz

Antes de qualquer coisa, boa parte da comunicação costuma acontecer por meio da voz. A linguagem verbal é um dos métodos mais comuns de interação interpessoal. Fora isso, a voz também é uma ferramenta poderosa para transmitir emoção.

Em relação à voz, há três elementos fundamentais que devem ser trabalhados: energia, verdade e clareza. Sem a combinação desses fatores, o discurso perde veracidade e expressão, reduzindo o engajamento junto ao público.

O papel do orador é direcionar o sentido da apresentação, conduzindo o público por caminhos planejados e definidos. Nesse sentido, a ênfase é a maior aliada da voz. Esse é o elemento utilizado para quebrar a monotonia dos discursos, tornando a apresentação muito mais interessante.

Gestos, posturas e outras expressões corporais

A voz é apenas um dos instrumentos que compõem a performance de um orador. De nada adianta passar clareza, verdade e energia se a postura corporal é ruim. Vícios gestuais, por exemplo, podem desviar toda a atenção do público. Da mesma forma, um apresentador que fala o tempo todo com o “nada” soa desinteressante.

O ideal é que o orador mantenha seus pés fixos, sem fazer o movimento de pêndulo, deixando as mãos soltas e a vista do público. Os movimentos e gestos podem e devem ser explorados para ilustrar uma mensagem, mas sem muitas repetições ou exageros.

Também é importante manter uma expressão convidativa, além de manter o contato visual com o público sempre que possível. Essas são formas de estabelecer uma conexão empática e de gerar confiança.

Empatia e autoconhecimento

Acabamos de falar sobre conexão empática e, afinal, o que isso significa? Empatia está relacionada à abertura e atenção que voltamos para os valores, crenças e modelo mental das outras pessoas.

Especialmente em uma apresentação, é importante considerar o perfil do público. A partir disso, fica mais fácil mapear as necessidades e interesses da plateia, aumentando as chances de apresentar um conteúdo relevante. A empatia também envolve a interação. Nesse caso, o apresentador pode explorar as dúvidas e perguntas do público.

Já o autoconhecimento é a parte que nos conecta com as nossas próprias emoções enquanto apresentadores. Identificar dificuldades e limitações ocasionadas pelo nervosismo e medo é o primeiro passo para a superação.

Curso online de oratória

Para expressar a sua ideia ao público com eloquência, é preciso combinar o conhecimento sobre o tema com habilidades técnicas e treinamentos essenciais para quem quer atingir a alta performance. 

Na SOAP, o curso Super! Oratória serve como um guia fácil para quem quer aprimorar a fala em público. Você aprende a utilizar a voz de foma persuasiva, aplicar técnicas de comunicação não-verbal — mesmo em apresentações remotas — e fica por dentro das metodologias práticas usadas pelos melhores oradores do país.

Achou interessante? Acesse o link e conheça mais sobre o treinamento.



Posts Relacionados

Como fazer uma apresentação de slides de sucesso

Apresentações
22/06/2022
leia agora

Curadoria de conteúdo: o que é e como ela potencializa discursos?

Apresentações
13/06/2022
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França