Storytelling x Storyselling: entenda as diferenças e como gerar mais vendas

Se você conhece o marketing de conteúdo há algum tempo, já deve ter ouvido falar sobre o storytelling.

Treinamento SOAP
10/02/2023
6 min. de leitura
Reading Time: 6 minutes

Se você conhece o marketing de conteúdo há algum tempo, já deve ter ouvido falar sobre o storytelling. Mas e o storyselling: você conhece? Neste artigo, vamos te apresentar as similaridades e diferenças entre as estratégias.

O storytelling se fundamenta na arte de contar histórias e é uma importante ferramenta para gerar conexão com o público ao comunicar sua ideia.

Segundo dados de um estudo da Stanford University, mais de 60% das pessoas lembram com mais facilidade de uma história do que de uma estatística, por exemplo.

A contação de histórias é uma prática antiga. Antes mesmo da invenção da escrita, contar histórias se tornou uma forma de transmitir conhecimento. Inclusive, foi assim que muitas sociedades conseguiram preservar sua cultura, antes que costumes e tradições pudessem ser documentados.

Nos anos 90, a tradição milenar inspirou o desenvolvimento de uma estratégia para tornar a comunicação digital mais envolvente. A “Poética” de Aristóteles, que apresenta as primeiras teorizações sobre narrativa, ajudou a moldar as bases dessa prática.

Outra referência importante para a construção do storytelling como conhecemos hoje é a “Jornada do Herói”, apresentada por Joseph Campbell em seu livro “O herói de mil faces”.

O que é a jornada do herói?

O que filmes como Matrix e ToyStory têm em comum? Os sucessos do cinema tiveram seu roteiro construído com base no método de contação de histórias conhecido como Jornada do Herói.

Outros produtos do entretenimento, como programas de televisão e livros também utilizam essa técnica para despertar o interesse do público.

O conceito desse método é bem simples: consiste em apresentar uma história em que o protagonista passa por uma jornada repleta de desafios a serem superados, tornando-se um herói. O desenvolvimento é feito em 12 passos:

1. O mundo comum: é o começo da história, que apresenta ao público o cenário, a história do herói, seus problemas e objetivos;

2. Chamada para aventura: esse é um ponto crucial dessa jornada. Afinal, esse é o primeiro desafio, embora não seja o principal, apresentado ao herói e ao público. Se essa chamada não for interessante o suficiente, pode desestimular o público a seguir até o final da história;

3. Recusa do chamado: esse é um passo que nem todos seguem, mas está relacionado a um pequeno momento de fragilidade em que o herói reluta em assumir o desafio proposto;

4. Encontro do Mentor: o mentor funciona como um empurrãozinho, aquela pessoa que vai ajudar o herói a encontrar a autoconfiança necessária para resolver o conflito proposto;

5. O cruzamento do primeiro limiar: é o momento em que o herói ultrapassa seus primeiros desafios;

6. Testes, aliados e inimigos: ao iniciar sua trajetória, o herói começa a se deparar com pequenos obstáculos que podem afastá-lo de seu objetivo final. Nesses momentos, outros personagens vão sendo inseridos na história e o herói deve identificar se são aliados ou inimigos;

7. Aproximação da caverna secreta: momento de insegurança do herói diante da proximidade do confronto final. Nesse ponto, são trabalhados conflitos internos, medos e questionamentos do herói. É uma pausa para deixar o público absorver a magnitude do problema a ser enfrentado;

8. Provação: etapa em que se apresenta o grande desafio a ser superado para que o herói consiga cumprir seu destino;

9. Recompensa: superado o desafio, o herói recebe uma recompensa, que marca o sentimento de “merecimento” perante o público;

10. Estrada de volta: o herói retoma seu caminho de volta ao mundo comum, mas levando consigo todos os aprendizados adquiridos durante a jornada;

11. Ressurreição: o principal inimigo ressurge ainda mais forte para uma última batalha, fazendo com que o herói enfrente mais um desafio antes de retomar sua rotina;

12. Retorno: a batalha finalmente é vencida e é apresentado ao público o significado por trás de todos os desafios apresentados na jornada e a história ganha um desfecho.

Ficou curioso para saber mais detalhes sobre como a Jornada do Herói pode transformar sua narrativa? Leia este artigo.

Como aplicar o storytelling na prática?

Apesar da jornada do herói ser um dos métodos mais usados na hora de criar um conteúdo com base no storytelling, mais importante que seguir todos os 12 passos é construir uma narrativa com começo, meio e fim.

Ou seja, invista na ambientação, criação dos personagens, apresentação dos conflitos e das soluções.

Além disso, explore os diferentes recursos disponíveis, como áudios, imagens, vídeos, gráficos, ilustrações e todos os outros elementos que podem contribuir para tornar a história mais interessante.

E o storyselling: o que é?

Assim como o storytelling, o storyselling tem a ver com a construção de uma narrativa persuasiva, mas com o foco na conversão em vendas. Em outras palavras, é um recurso utilizado no marketing para otimizar as vendas de produtos e serviços.

Seu objetivo principal é cativar o leitor, fazendo com que se interesse pelos principais benefícios relacionados àquele produto ou serviço.

Apesar de em um primeiro momento focar na atração de novos clientes, a meta final da estratégia, conforme já mencionado, é converter.

Duas pessoas fechando um acordo comercial
Storyselling tem como foco a conversão em vendas

Para isso, vale usar diferentes recursos que visam despertar a emoção e empatia do público e o sentimento de necessidade de fechar negócio com a empresa.

Quais as diferenças e similaridades entre storytelling e storyselling?

A principal diferença entre storytelling e storyselling está no objetivo final a ser alcançado com o uso de cada estratégia.

Diferentemente do storytelling que pode ser usado para transmitir um conhecimento ou apenas entreter, o storyselling tem o objetivo da venda e usa a arte da contação de histórias para alcançar essa meta.

No entanto, de alguma maneira, ambas estratégias se conectam, uma vez que é possível utilizar as técnicas de storytelling para construir uma narrativa envolvente, capaz influenciar os indivíduos em suas decisões de compra.

Dicas para aplicar o storyselling e conquistar mais vendas

Algumas dicas podem te ajudar a desenvolver uma narrativa baseada nas técnicas de storyselling de maneira eficaz e que ajude sua empresa a conquistar mais vendas. Veja:

Identifique seu objetivo

O primeiro passo para ter sucesso na sua estratégia de storyselling é identificar seu objetivo. Obviamente, o seu foco é a conversão em vendas, mas a principal questão aqui é selecionar qual produto ou serviço específico deseja vender.

Afinal, as estratégias podem variar de um produto para outro, considerando as especificidades de cada um. Por isso, antes de começar a produzir, reúna todas as informações necessárias que vão te ajudar a alcançar seu objetivo.

Defina seu público-alvo

Quem é o público-alvo que vai consumir a história que você está contando? Ter um público bem segmentado é fundamental para que você defina não só qual tipo de história vai construir, mas a linguagem a ser utilizada.

Uma boa dica é criar personas que te ajudem a entender quais consumidores pretende atingir com sua comunicação.

Escolha os canais onde publicará sua história

Onde sua história vai ser contada? Essa definição vai moldar o formato desse conteúdo.

Por exemplo, um conteúdo pensado para o Instagram é completamente diferente de um conteúdo a ser publicado no LinkedIn ou no YouTube.

Outro ponto a considerar é o comportamento do usuário em cada canal de comunicação. Ou seja, como as pessoas que mais utilizam esse canal acessam os conteúdos publicados nele? Quais formatos dessa plataforma geram mais engajamento?

Invista no conteúdo

A história é o elemento principal dentro das estratégias de storyselling. Por isso, tenha atenção máxima ao conteúdo que será publicado. Lembre-se de que o principal ponto é que este conteúdo seja capaz de impactar, emocionar e engajar seu público.

Além disso, use a tecnologia a seu favor e avalie as métricas de engajamento. Se necessário, faça ajuste na comunicação, para garantir que a meta final seja alcançada.

Compartilhe cases de sucesso

Apresentar experiências de sucesso dos seus clientes é uma forma de envolver o público em sua narrativa. Além disso, apresenta um novo olhar sobre a história que está contando.

Assim, convide clientes que compartilham uma história de sucesso com você, para contar sua história e apresentar resultados que comprovem a eficiência de seus produtos/serviços.

Tenha consistência

A criação de conteúdo digital requer, além de estratégia, consistência. Além disso, é importante se certificar de que esses conteúdos representem o posicionamento que sua marca quer transmitir ao mercado e, sobretudo, que sejam confiáveis.

Pensar na estratégia ideal de comunicação no momento da venda faz toda a diferença. A SOAP tem um material gratuito que pode te ajudar a definir as melhores estratégias. Confira!

Aprenda a desenvolver as melhores técnicas de contação de histórias

Seja para vender, engajar, informar, as técnicas de contação de histórias são fundamentais para quem quer se aproximar do seu público através da comunicação e da criação de conteúdo. A SOAP tem dois treinamentos disponíveis, que podem te ajudar em diferentes estratégias.

No SOAP Storytelling, você poderá explorar técnicas para atrair a atenção do seu público, por meio de histórias emocionantes. Os conteúdos podem ser aplicados a diferentes contextos corporativos: construção de roteiros e briefings, campanhas publicitárias, lançamentos de produtos, vídeos, lives e podcasts.

Já no workshop SOAP StorySelling, você entenderá como os elementos fundamentais de uma história são equivalentes aos de um discurso de vendas.



Posts Relacionados

Meta SMART: o que é e como aplicar em sua estratégia de comunicação?

Treinamento
29/02/2024
leia agora

Comunicação interpessoal e intrapessoal: quais são as diferenças?

Comunicação
28/02/2024
leia agora

Endereço

Rua Gomes de Carvalho, 1266 - sala 72
Vila Olímpia - São Paulo | Brasil
(55.11) 4084.4085 [email protected]

No mundo

Portugal
USA
França